quarta-feira, 31 de agosto de 2016

CINE HISTÓRIA: O MISTÉRIO DO BOI DE MAMÃO (2006)


FICHA TÉCNICA

Título Original O Mistério do Boi de mamão
Duração: 14 min.
Ano: 2005
Diretor: Luiza Lins 
País:  Brasil
Idiomas disponíveis e legendas: Português
Gênero: Aventura/ Comédia/ Infantil 
Temática: Cultura Catarinense/ Boi de Mamão

SINOPSE (Fonte: e-Pipoca)

 Deni e Lurdinha se encontram cedo no campo de futebol onde a turma está treinando, e mais uma vez, ele não está jogando... Mas não faz mal, hoje é um dia muito importante para Deni: Ele vai ao estádio ver pela primeira vez o seu time do coração, o Avaí, jogar com um time de fora! Mas quem fará o cavalinho no lugar dele na brincadeira do Boi de Mamão na pracinha no final do dia? A partir daí a aventura começa e Deni viverá o melhor dia de sua vida.

COMENTÁRIO

 Curta metragem rodado em Florianópolis pela diretora Luiza Lins, O Mistério do Boi de Mamão é um filme que resgata a importância da tradição do litoral catarinense, em especial a manifestação folclórica do Boi de Mamão, muito presente ainda em muitos locais do estado. 
 Caminhando pela simplicidade e comicidade, o filme tem como alvo o público infantil, apresentando um pouco das belezas naturais da Lagoa da Conceição (cenário onde se passa a trama), a paixão pelo futebol (em especial ao clube Avaí) e cultivo das tradições locais, no caso, o Boi de Mamão.
 Tradição vinda dos açorianos, o Boi de Mamão surgiu no litoral de Santa Catarina no século XIX, é uma manifestação folclórica que une dança, teatro, música e mitos, ora sendo cômico, ora dramático, contando a estória da morte e ressurreição do boi. É bom frisar que dependendo o local, mudam as canções e os personagens, mas geralmente na brincadeira, além do boi e de seu dono, os personagens que geralmente não faltam são o cavalinho, a Maricota, cabra, urubu, macaco, o médico urso e a assustadora bernunça, uma espécie de monstro gigante.
  Produzido com uma clara mensagem positiva, O Mistério do Boi de Mamão mostra sem fantasiar que o Boi de Mamão é uma manifestação folclórica sadia e divertida, capaz de unir pessoas das mais diversas idades e classes sociais, podendo servir como uma atividade sócio-cultural, especialmente para ajudar as crianças a não irem para o caminho da criminalidade.
 Abaixo está o link para quem quiser assistir o filme, basta se registrar, apertar o Play ou fazer o download do filme, é grátis e seguro:

http://filmesquevoam.com.br/filme.php?id=13

Um grande abraço, bom filme, até a próxima. 

terça-feira, 30 de agosto de 2016

LIVRO: O SOL TAMBÉM SE LEVANTA- ERNEST HEMINGWAY



Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Dispensando qualquer tipo de apresentação, Ernest Hemingway (1899-1961) é um dos autores estadunidenses mais importantes do século XX, sendo vencedor dos prêmios Nobel de Literatura e Pulitzer de Ficção, viveu uma vida de intensas paixões e aventuras, tais como as tramas apresentadas em seus livros mais conhecidos, além de ter adaptações cinematográficas de suas obras, sendo que praticamente todas foram feitas enquanto era vivo, algumas dela tendo a participação direta de Hemingway na criação dos filmes junto aos diretores e roteiristas, tornando-o uma figura conhecida dentro e fora da literatura.
 Publicado em 1926, O Sol Também se Levanta é a obra-prima de Hemingway, retrata as trajetória de um grupo de jovens ingleses a americanos expatriados por Paris e Pamplona, que vive romances, aventuras, bebedeiras e touradas, tendo seus destinos cruzados, formando uma sociedade intelectual na Europa, vivendo sonhos e tragédias juntos.
 Inspirado no circulo intelectual que Hemingway viveu, essa obra retrata a Europa após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), as desilusões e sonhos daquela jovem geração que enfrentou de perto o conflito, a vida boêmia e principalmente, a tradição das Festas de São Firmino na Espanha, em especial na cidade de Pamplona, retratando com detalhes essa cultura, apresentando os duelos mortais e brutais entre toureiros e touros, sendo os trechos mais lembrados dessa obra escrita pelo imortal Ernest Hemingway.

Grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima!     

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

A MÚSICA E A HISTÓRIA: TERRA TOMBADA- CHITÃOZINHO & XORORÓ



Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Uma das duplas mais conhecidas da música sertaneja, Chitãozinho & Xororó são destaques por terem vozes afinadas e por uniram em seu repertório música sertaneja de raiz, country music, algumas pitadas de pop e romantismo, estando sempre nas paradas de sucesso desde os anos 70, além de serem referência obrigatória quando se fala em música sertaneja.
Lançada em 1986, Terra Tombada faz parte do álbum Coração Quebrado, é uma canção que fala sobre a vida no agricultor do interior do Brasil, que tomba a terra, ou seja, prepara ela para o período do plantio, comparando a isso com a busca de um grande amor. Confiram abaixo um vídeo com a música, prestem atenção na letra:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima! 

domingo, 28 de agosto de 2016

RETRÔ/ INFORMATIVO ESPECIAL: REMAKES E REBOOTS DE FILMES CLÁSSICOS



Olá caros amigos, tudo bem?

Quem gosta de cinema com toda certeza conhece os termos remake e reboot, que geralmente são atribuídos a filmes clássicos, mas muitas pessoas geralmente os dois e acreditam de se tratar da mesma coisa, até mesmo especialistas em cinema não chegam a um consenso o que seja um e que seja o outro, gerando uma grande confusão.
 Para começo de conversa, remake e reboots não são a mesma coisa, apesar de serem muito parecidos e serem usados quando se trata de novas versões de filmes de sucesso do passado, trazendo essas obras para um público novo e atual, e podem ser usados também em séries e novelas da televisão.
 Como a tradução já indica, remake é uma refilmagem de uma obra cinematográfica mais envelhecida ou de outro país, mantendo o enredo original com pequenas alterações, novo elenco, efeitos especiais de última geração, é uma releitura de uma obra já feita e consagrada pela crítica. Vejamos alguns remakes para demonstrar, sendo que existe incontáveis refilmagens, sendo impossível elencar todas e mais vem sendo produzidas para os próximos anos:

Ben-Hur (2016,) - Original feito na década de 1950, sendo que esse também é um remake de um filme da década de 1920 (era do cinema mudo).
Poltergeist, o Fenômeno (2015) – Original feito nos anos 1980
Operação Valquíria (2009) – Versão original feita pelo cinema alemão no começo dos anos 2000
Robocop (2014) - Original feito na década de 1980
O Massacre da Serra elétrica (começo dos anos 2000) - Original feito nos anos 1970
Sete Homens e um Destino (Década de 1960 e 2016) – refilmagens do clássico Os Sete Samurais (1954)

Termo que significa recomeço, reboot se trata especificamente de franquias consagradas são trazidas novamente a suas origens, contando logicamente com tudo renovado, podendo o enredo seguir por outras perspectivas ou de protagonistas, sem ser baseado na obra original. Assim como nos remakes, existem inúmeros reboots, tanto já lançados como estão sendo produzidos para os próximos anos, vamos elencar os mais exemplares:

Caça-Fantasmas
Sherlock Holmes
Batman
Superman
O Exorcista
Missão Impossível

Mesmo tendo definições diferentes, os remakes e os reboots são fundamentais, eles trazem estórias clássicas de uma forma nova, conforme os padrões tecnológicos da atualidade, mantendo vivas para as novas gerações. Vale salientar que é recomendo ver as versões originais e suas refilmagens ou reinícios para poder ter um entendimento melhor das obras cinematográficas.



BOA SEMANA, GRANDE ABRAÇO, ATÉ A PRÓXIMA!

sábado, 27 de agosto de 2016

POEMA: CHEGAREI A MEU OBJETIVO


Em todas as questões da vida,
Não aceite prêmios de consolação,
Valorize-se de forma incondicional,
O talento que tens ninguém pode menosprezar, 
Sempre busque voos altos,
Nunca pense que tudo acontecerá rapidamente,
Tem coisas que levam tempo para acontecer,
Pense sempre positivo: EU CHEGAREI NO MEU OBJETIVO,
Tenha convicção em tuas ações e palavras,
Liberte-se das correntes que te prendem,
Deixe para trás todas amarguras do passado,
Lembre-se apenas daquilo que te faz bem e te eleva tua autoestima,
Viva o presente fazendo o bem, projete o futuro com os pés no chão,
Acredite em você mesmo, ajude o teu próximo a progredir também,
O sucesso na vida depende de cada um de nós,
Portanto, vamos lutar por nossos objetivos,
Sem passar por cima de ninguém,
Todos juntos, não pode faltar ninguém,
Quando queremos algo e fazemos aquilo de coração,
Tudo se transforma e faz a vida de todos ser melhor.

Autor: Andrio Cardoso Pereira 

BOM FIM DE SEMANA, GRANDE ABRAÇO, ATÉ A PRÓXIMA!

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

SRS ESPECIAL: FESTIVAL DE FOLCLORE 2015 (RETROSPECTIVA)


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Entre os dias  19 a 21 de agosto de 2015, aconteceu em Santa Rosa do Sul a segunda edição do Festival de Folclore, sendo um grande sucesso de público, vamos agora relembrar um pouco desse evento maravilhoso e no final da postagem, a data do III Festival de Folclore, leiam esse informativo até o fim.
No primeiro dia de evento (19/08), dando inicio a programação do evento a apresentação da peça Arroz e Feijão em: Colapso no Sistema, do grupo teatral Cirquinho do Revirado (Criciúma), com um espetáculo divertido, bastante colorido e animado, encantado a plateia presente, formada principalmente por alunos das escolas do município, professores e por apaixonados pela cultura, tendo duas apresentações, uma pela manhã e outra no período da tarde.
 Narrada em tom cômico, Colapso no Sistema apresenta como tema principal a questão da boa alimentação, mostrando os problemas que o nosso corpo pode ter com a má alimentação, sendo necessário ter consciência da importante de comer alimentos saudáveis e naturais, sendo essa a mensagem central da peça.    
 Unindo circo e teatro de rua, a peça brinca com os clichês típicos dos romances policiais de Sherlock Holmes e Agatha Christie, usa um humor bastante infantil e leve, além de usar músicas tocadas ao vivo sempre em tom cômico e reflexivo, fazendo o espectador rir e entender facilmente a mensagem. 
 Iniciando as atividades desde as primeiras horas da manhã, o segundo dia do Festival de Folclore (20/08) foi bastante especial, tendo uma programação vasta até a noite, fazendo alegria de todos, principalmente das crianças e de adultos nostálgicos, que participando das atividades culturais previstas.
 Tanto pela manhã como pela tarde, as atividades se concentraram dentro do ginásio de esportes, onde as escolas do município apresentaram peças, danças e musicais relacionados ao folclore, como o Boi de Mamão, Maracatu e o Sítio do Pica-pau Amarelo, todos feitos ao vivo, depois visitaram os stands temáticos, surpreendendo e emocionando todos aqueles que estavam assistindo.
 A noite aconteceu a abertura oficial do evento, com a presença de autoridades municipais, abertura dos stands na rua, além de muitas atrações culturais, como danças gauchescas, danças folclóricas e encenações relacionadas ao Sítio do Pica-pau Amarelo, sendo momento de bastante alegria e diversão.
 O grande momento da noite foi sem dúvida a presença do cantor Rubens Daniel, ex-participante do programa The Voice Brasil, cantando com as crianças da Fanfarra Municipal, uma participação mais do que especial, que com toda certeza, vai ficar na memória de quem esteve presente.
  Feitos pelas escolas e centros de educação infantil do município, os stands temáticos foram feito para serem locais de vivência, onde os visitantes visualizaram os aspectos culturais e folclóricos do Brasil, do estado de Santa Catarina e principalmente de Santa Rosa do Sul, sendo ao mesmo tempo um modo de manter vivo aquilo que os mais antigos cultuavam e conscientizar a importância disso na vida de cada um, sendo uma verdadeira aula de educação patrimonial.
 Dentro dos stands é possível visualizar manifestações culturais como o Boi de Mamão, uma homenagem ao universo do Sitio do Picapau Amarelo e do escritor Monteiro Lobato, as lendas de bruxas descritas pelo estudioso catarinense Franklin Cascaes, as lendas do folclore brasileiro, as brincadeiras antigas, a culinária, pinturas feitas por estudantes e principalmente, a cultura e a História do município de Santa Rosa do Sul, motivo  principal de existir o Festival de Folclore.
Depois de três dias de muita diversão, cultura e momentos inesquecíveis, chegou ao fim a segunda edição do Festival de Folclore em Santa Rosa do Sul no dia 21/08, sendo um grande sucesso em todos os sentidos, entrando definitivamente para o calendário de eventos culturais do município e também de toda região.
 Sendo um pouco diferente dos outros dias, o público alvo do último dia de evento foi as crianças das séries iniciais, tendo apresentações de danças folclóricas, Boi de Mamão, pequenas peças de teatro e também as divertidas visitações aos stands, onde todos puderam vivenciar as questões culturais e folclóricas do Brasil, do estado de Santa Catarina e de Santa Rosa do Sul.
 A noite, também aconteceram apresentações culturais no palco montado na rua, tendo como destaque apresentações do boi de mamão, Maracatu, Bruxas de Franklin Cascaes, declamação de poesias e Terno de Reis, sendo uma tradição antiga bastante apreciada no município, finalizando a segunda edição do Festival de Folclore.
 Para encerrar essa postagem retrospectiva, quero convidar a todos moradores de Santa Rosa do sul para nos dias 07, 08 e 09 de setembro de 2016 ir prestigiar o III Festival de Folclore, vai estar bem bacana, emocionante e divertido, esperamos ver todos no evento, com toda certeza vai ser um grande sucesso.

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima!

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

SUL DO BRASIL ESPECIAL: EXPOSIÇÃO SOBRE FOLCLORE, CENTER SHOPPING ARARANGUA


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 No último dia 22 de agosto, foi celebrado em todo o Brasil o Dia do Folclore, data festiva o qual celebra todas as formas de manifestações folclóricas existentes, sejam elas dança, culinária, lenda, música, modos de fazer, artesanato e em outros tipos ou formas de cultura sejam elas de maneira material e imaterial, havendo inúmeros eventos e festividades de norte a sul desse país.
 Buscando celebrar essa data de maneira bem bacana, a secretária municipal de cultura de Araranguá juntamente com as escolas do munícipio realizou uma exposição no Center Shopping Araranguá, trazendo maquetes, desenhos, objetos e esculturas relacionadas ao folclore brasileiro, sul catarinense e de Araranguá, mostrando a importância dele na cultura em todos os sentidos: Abaixo um pequeno vídeo mostrando essa linda exposição:



Quero parabenizar os organizadores dessa linda exposição, estava realmente muito bonita, é uma atitude louvável trazer cultura a um ambiente diferente, mostrando que pode sim ter cultura é todos os lugares, esperamos que atitudes como essa se espalhem por toda a região, nos mais variados ambientes, só assim a cultura poderá ser valorizada como merece.

Grande abraço, até a próxima! 

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

CINE HISTÓRIA: NO CORAÇÃO DO MAR (2015)




Título Original In the Heart of the Sea
Duração: 124 min. 
Ano: 2015
Diretor: Ron Howard     
País:  Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês/ Português
Gênero: Aventura/ Drama Épico 
Temática: Vida em um barco no século XIX/ Caça as Baleias/ Recriação de clássicos da literatura   

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)



Inverno de 1820. O navio baleeiro Essex parte em busca de óleo de baleia. O navio é liderado pelo nada experiente capitão George Pollard (Benjamin Walker), que tem Owen Chase (Chris Hemsworth) como seu primeiro oficial. Owen sonha em ser capitão e tem o objetivo de superar a meta traçada por seu empregador. Eles navegam por meses em busca de baleias, mas quando encontram se deparam com uma grande ameaça, uma gigantesca baleia branca que irá lutar por sua sobrevivência e acabará atacando o navio e sua tripulação.
COMENTÁRIO


Grande filme dirigido por Ron Howard, No Coração do Mar é baseado no livro homônimo escrito pelo romancista estadunidense Nathaniel Philbrick, é uma espetacular aventura marítima, estrelada por Chris Hemsworth (ator que interpreta Thor nos filmes da Marvel), tendo uma trilha sonora maravilhosa, uma fotografia belíssima e uma trama que surpreende do começo ao fim.
 Ambientado em 1820, a estória do filme conta a estória de um jovem marinheiro e de toda a tripulação de um barco baleeiro, que por ambição, acabam enfrentando a força da natureza em busca de caçar baleias, tendo que enfrentar uma furiosa e gigantesca baleia branca, deixando todos em grande perigo, iniciando uma luta desesperada pela sobrevivência no meio do oceano.
 Usando efeitos especiais de última geração, No Coração do Mar retrata de forma realista como era a vida dos barcos baleeiros, os instrumentos usados na caça, o tratamento que os marinheiros recebiam de seus superiores, a presença de adolescentes e crianças na tripulação, o perigo de tempestades e de ataques de animais marinhos de grande porte como baleias ou tubarões, além de retratar cada personagem de forma psicológica, principalmente suas percepções da realidade dentro dos navios.
 Inspirados em acontecimentos reais, a estória que é retratada em No Coração do Mar serviu de inspiração para o escritor Herman Melville escrever um dos romances de aventura mais famosos de todos os tempos: Moby Dick. No filme mostra um sobrevivente do baleeiro Essex contando sua aventura para Melville, sendo o mote para a narrativa da obra, a qual é conduzida de forma diferente, sem fantasias e os nomes verdadeiros dos envolvidos na aventura são revelados, não se tratando de um remake da versão de Moby Dick feita na década de 1950 com Gregory Peck no elenco, e sim uma releitura do maior clássico da literatura universal. 



Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima!

terça-feira, 23 de agosto de 2016

LIVRO:OS MISERÁVEIS- VICTOR HUGO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Dispensando qualquer apresentação, o poeta e romancista francês Victor Hugo (1802-1886) foi um dos maiores expoentes do romantismo, sempre defensor da liberdade e participando ativamente dos acontecimentos políticos, históricos e culturais de sua época, escrevendo livros clássicos como O Corcunda de Notre-Dame, Os Trabalhadores do Mar, O Último Dia de Um Condenado à Morte e muitas outras que fizeram-o ter fama mundial.
Publicado originalmente em 1862, Os Miseráveis é a obra-prima de Victor Hugo, narrando a estória emocionante de Jean Valjean, homem que vive o drama da pobreza, mas acaba triunfando na vida e ajudando todas as pessoas simples que o acolheram, vivendo uma trama cheias de aventuras, perseguições, sofrimento, preconceitos, amor, intrigas e redenção.
 Ambientado na França da primeira metade do século XIX, Os Miseráveis é um grandioso épico que retrata o começo da revolução industrial, o fim da era napoleônica, descreve a situação social após as guerras napoleônicas e a participação popular nas revoltas liberais são temas explorados de forma comovente e brilhante, imortalizando esse grande clássico da literatura universal.

Grande abraço, BOA LEITURA, ATÉ A PRÓXIMA!

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

A MÚSICA E A HISTÓRIA: LET ME SING, LET ME SING- RAUL SEIXAS


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Maior expoente do Rock nacional nos anos 70, Raul Seixas dispensa qualquer apresentação, todas suas músicas são verdadeiros clássicos da MPB, além de ter toda uma mística e irreverência bem original em suas letras, tornando-o em um mito da cultura brasileira.
Lançada em 1972, Let me Sing, Let Me Sing faz parte do single de mesmo nome, sendo o primeiro grande sucesso de Raul Seixas, é uma canção irreverente, que mistura Rock e ritmos nordestinos, refrão em inglês e o restante da música cantada em português, sendo um manifesto daquilo que viria ser sua obra dali pra frente, misto de contestação cultural, política e comportamental, esoterismo e brasilidade, mas uma poderosa crítica a contracultura, ao movimento tropicalista e a indústria da cultural em geral, mostrando já de começo que era único e que seria o pilar fundamental para a formação do Rock brasileiro o qual conhecemos hoje. Confiram abaixo um vídeo com a música, prestem atenção na letra:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima! 

domingo, 21 de agosto de 2016

INFORMATIVO ESPECIAL: COMO FUNCIONA UM ARQUIVO HISTÓRICO? (CURTA METRAGEM)



Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Último curta-metragem realizado na faculdade pela ANDRIOFILMES, em 2010, apresenta de forma bem prática o funcionamento do arquivo histórico da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) na cidade de Tubarão, sendo apresentado pela professora Vera Lúcia, responsável pelo funcionamento do arquivo. Espero que curtam bastante, aproveitem para aprender um pouco mais. Um grande abraço, até a próxima:



BOA SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA GRANDE ABRAÇO! 

sábado, 20 de agosto de 2016

RETRÔ: BARSA





Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Você conhece os livros da figura acima? Eles fazem parte da maior coleção enciclopédica que já existiu no Brasil, continuando estar presente nas prateleiras de inúmeras bibliotecas escolares, públicas e particulares, tendo pessoas que ainda pesquisam nesses livros graças a qualidade de suas informações, estou falando logicamente da Barsa.
Produzida pela Encyclopaedia Britannica do Brasil a partir da década de 1960, atualmente quem tem os direitos de publicação é a editora Barsa Planeta Internacional Ltda, a Barsa traz informações das mais variadas áreas do conhecimento humano de forma objetiva e simples, aproximando ao máximo ao objetivo da primeira enciclopédia feita na França no século XVIII: sintetizar conhecimentos, sempre renovando a cada nova edição que saia da coleção, aumentando cada vez mais a quantidade de informações, indo desde o currículo básico escolar até mesmo ciências mais complexas e cultura pop, tornando-a bastante popular. O nome da enciclopédia vem da fusão dos nomes dos criadores: Dorita Barret (Bar) e Alfredo de Almeida Sá (Sa).
 Tendo edições até os dias de hoje, a Barsa mantém sua importância na divulgação ode conhecimento, mesmo em nossa época onde se usa exaustivamente sites como o Google, onde basta um clique você para alcançar todo tipo de informação, existem pessoas que invés da tecnologia, preferem pegar os livros e folhear até achar aquilo que procura, ou aqueles nostálgicos que querem relembrar os bons tempos da escola, tornando essa enciclopédia um clássico da busca por conhecimento do período anterior ao boom da internet.



Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA!

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

SRS ESPECIAL: HISTÓRIA DA PADROEIRA SANTA ROSA DE LIMA/ PRIMEIRA FESTA EM HOMENAGEM A PADROEIRA DE SANTA ROSA DO SUL (1932)




Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Nesse fim de semana acontecerá a tradicional festa em honra a Santa Rosa de Lima, padroeira de Santa Rosa do Sul, aproveitando essa importante festividade que acontece anualmente em nosso munícipio, o blog irá contar brevemente a História da padroeira e como foi a primeira festa em honra a ela em Santa Rosa do Sul, a qual aconteceu há 84 anos atrás, época em que o território atual do munícipio era uma vila.


Isabel Flores y de Oliva, nasceu no dia 30 de abril de 1586, na cidade de Lima, no Peru. Seus pais eram espanhóis que se mudaram para a então rica colônia do Peru. Devido a sua extraordinária beleza, a empregada de sua família, uma índia chamada Mariana apelidou a moça de Rosa, o qual ficaria conhecida. Além de sua beleza, Rosa de Lima era uma excelente cantora e instrumentista, também uma foi uma moça virtuosa e prendada, que encantava a todos.
  A época em que Rosa de Lima viveu, o Peru viva tempos conturbados e de extrema barbárie, devido a exploração dos conquistadores europeus, especialmente vindos da Espanha. Muitas guerras entre colonizadores e povos nativos, trazendo miséria, doenças, destruição, perseguições e mortes, marcas presentes até os dias hoje em toda a América Latina.
  Desde muito jovem, Rosa de Lima era uma pessoa pacífica, caridosa, cristã fervorosa e que sonhava com dias de paz ao seu povo. Rejeitou muitos pedidos de casamento, escolhendo viver uma vida dedicada a sua fé, a trabalhar na agricultura e ajudar aqueles mais necessitados, especialmente aos enfermos, índios e negros.
  Aos vinte anos, ingressou na Ordem Terceira de São Francisco, obtendo licença para emitir seus votos religiosos em casa, construindo uma cela atrás da casa de seus pais, onde viveu até os seus últimos dias de vida.
  Viveu em um ambiente de muita simplicidade, de privações, jejuns, mortificações, mas de grande devoção e caridade, sendo uma pessoa conhecida por realizar muitos milagres em vida, inclusive o impedimento de uma invasão piratas holandeses a Lima, em 1615.
  Dizia com muito entusiasmo que seu noivo era Jesus Cristo e que o dia de sua morte seria o dia de núpcias eternas, no dia de São Bartolomeu, dia 23 de agosto. Exatamente nesse dia, após uma longa e dolorosa doença, Rosa de Lima morreu, tendo apenas 31 anos, na cidade de Lima.
  Seu enterro causou grande comoção na cidade, não demorou muito para aparecer relatos de milagres atribuídas a Rosa de Lima, culminando na canonização dela no ano de 1671, pelo Papa Clemente X, sendo a primeira santa canonizada do continente americano, escolhida também como padroeira do Peru e de toda a América Latina. Sua festa litúrgica é celebrada no dia 23 de agosto.
   Além de ser um exemplo para aqueles que seguem o catolicismo, Rosa de Lima foi uma santa com a cara da América Latina, sofrida, trabalhadora, nunca deixando de acreditar por dias melhores e de ajudar as pessoas que mais necessitavam.

Primeira Festa em Honra a Santa Rosa de Lima na antiga vila de Santa Rosa (1932)

Na virada do século XIX para XX, o território de Santa Rosa do Sul (na época conhecida como Morro das Mortes ou Três Alfredos) começou a receber as primeiras famílias vindas de outras partes do Brasil, formando um povoado que aos poucos transformou em vila, surgindo um pequeno comércio que atendia a comunidade e suas primeiras residências.
Sendo um povoado o qual a grande maioria professava a fé católica, iniciou na década de 1920 um movimento para a construção de uma capela, a qual foi feita de madeira,sendo autorizada pela Mitra Arquidiocesana em 1928, através do padre Antônio Luiz Dias. Antes disso, as celebrações religiosas eram realizadas na casa de Alfredo Emerim.
 Paralelamente a construção da capela, estava acontecendo uma pesquisa a qual definiria o padroeiro da vila, muito nomes foram sugeridos porém a comunidade não acabava entrando em um consenso. Vendo essa indecisão, o Padre Antônio Luiz Dias dá uma sugestão para a padroeira: Santa Rosa de Lima, em homenagem a família mais numerosa e influente da vila, os Teixeira da Rosa. A sugestão foi acolhida pela comunidade, e Santa Rosa de Lima foi escolhida padroeira, sendo imediatamente providenciado uma imagem da santa.
No dia 30 de agosto de 1932, finalmente foi inaugurada a capela, havendo uma grandiosa festa, reunindo uma grande multidão, havendo muitos fogos e música, coisa nunca antes vista na comunidade como foi relatado pelo Padre Raulino Reitz me seu livro Paróquia de Sombrio (1948), sendo que o primeiro festeiro foi Alfredo Teixeira da Rosa, dando início a uma das festas religiosas mais importantes do munícipio, a festa em honra Santa Rosa de Lima, celebrada sempre nas últimas semanas do mês de Agosto, completando 84 anos em 2016.
 Passado mais de oito décadas, a Festa de Santa Rosa de Lima teve inúmeras alterações no decorrer do tempo, tais como a data do feriado munícipio me homenagem à padroeira que antes era dia 30 de Agosto, o qual fazia alusão a fundação da capela, passou a ser no dia 23 de agosto dia que a liturgia católica celebra Santa Rosa, porém muitas coisas permaneceram iguais como a procissão regada a fogos e música, a novena, missa festiva, tarde dançante e a escolha dos festeiros, outras sumiram com o passar do tempo, mesmo com todas as mudanças que aconteceram, a festa faz parte da cultura de Santa Rosa do Sul.

Grande abraço, BOA SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA!

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

POEMA: QUER VENCER? ENTÃO VÁ A LUTA AGORA



Quer realmente vencer? Então vá a luta agora,
Não deixe nada para amanhã, pois pode ser tarde demais,
Foque em seu objetivo, não se distraía,
Abandone todos os pensamentos negativos,
Deixe falando sozinho quem te desmotiva ou fala mal de você,
Essas pessoas não merecem atenção e desejam teu fracasso,
Tenha consciência que tudo tem seu tempo para acontecer,
Vai com calma, mas não fique de bobeira, pois um segundo perdido poderá ser fatal,
Não diga eu não posso ou não vou conseguir,
Você sabe do teu potencial, use ele ao máximo,
Não pense que na primeira falha, a vitória não vai vir,
Isso precisa amadurecer em todos os sentidos,
Portanto, não desista no começo da luta,
Lute com alegria, sem falcatruas, vença de forma honesta e limpa,
Não caia na estorinha carochinha de desqualificar os outros,
Podem usar isso contra você e te derrubar,
O que não quer para ti não faça para os outros,
Quer vencer? Só uma dica:
Levante-se dessa cadeira, saia da frente da televisão ou do computador,
Pare de discursinho chato e parta para a ação,
Vá a luta agora, caso o contrário, nada vai adiantar.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

A MÚSICA E A HISTÓRIA: UTOPIA- PADRE ZEZINHO




Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Considerado o maior cantor de música católica do Brasil, Padre Zezinho iniciou sua carreira musical no fim dos anos 60, ganhando muita notoriedade nos anos 70, emplacando numerosas músicas de sucesso, graças suas letras que misturavam temas religiosos com críticas sociais, e tocada em diversos ritmos como o Pop Rock, sertanejo, marchinha e clássico, sendo regravadas incontáveis vezes por ele mesmo ou por outros artistas, fazendo que elas continuem sendo cantadas nas missas ou festas religiosas, aliás, a grande maioria das músicas do repertório da Igreja Católica do Brasil são de autoria de Padre Zezinho, sendo impossível uma missa ou celebração termine sem ao menos tocar uma música dele.
 Lançada em 1975, Utopia faz parte do álbum Um certo Galileu 1 , é uma canção que remete a infância de Padre Zezinho, lembrando de seu pai, que era peão de boiadeiro e agricultor, contando a maravilha de formar uma família, mesmo com os desentendimentos e dificuldades que todos passamos, conseguimos encontrar a felicidade dentro dela. A música crítica a falta de comprometimento nos casamentos, na modernidade que transforma o matrimônio em um negócio lucrativo, parecendo que formar uma família seja algo de sonhador, uma utopia como o título da música faz alusão, coisa que infelizmente acontece até hoje, tornando a música muito atual. Confiram abaixo um vídeo com a música, prestem bastante atenção na letra:



Grande abraço, até a próxima!

terça-feira, 16 de agosto de 2016

LIVRO: MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS- MACHADO DE ASSIS


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Grande escritor da literatura brasileira, Machado de Assis (1839-1908) dispensa qualquer apresentação, venceu o preconceito e uma situação social complicada para ser um dos escritores mais estudados e admirados do Brasil, escrevendo textos, peças de teatro, poemas, romances, artigos e crônicas, além de ajudar na criação da Academia Brasileira de Letras, sendo aclamado presidente perpetuo em 1897, autor de obras como Helena, Dom Casmurro, Quincas Borbas e tantas outras.
 Publicado pela primeira vez em 1880 no formato folhetim e se transformando em livro em 1881, Memórias Póstumas de Brás Cubas é a obra-prima de Machado de Assis, escrita num estilo arrojado, misturando drama e humor, inovou ao usar elementos nunca vistos antes na literatura brasileira, tornando rapidamente um grande clássico de nossa literatura.
 Ambientado no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX, o livro narra as aventuras e desventuras de Brás Cubas, homem que viveu uma vida intensa, sem ter medo de ser criticado ou julgado pela sociedade de sua época. A cereja do bolo dessa obra é que o narrador, na verdade, é um fantasma, que narra tudo sem o menor pudor ou receio, pois sabe que já está morto e ninguém poderá o incomodar.
 Oscilando entre o drama e a comédia, Memórias Póstumas de Brás Cubas faz uma dura crítica a sociedade brasileira daquela época, disparando fortes críticas ao comportamento, a política, aos costumes, a hipocrisia e a descriminação, coisas as quais infelizmente existem até hoje, usando um pouco da psicologia freudiana, a qual estava dando seus primeiros passos na época em que essa obra foi escrita, além de ter traços da literatura realista, a qual mostrava a realidade de onde estava escrita, tornando uma das obras mais importantes da literatura brasileira, um clássico que não perdeu sua atualidade e originalidade.



GRANDE ABRAÇO, BOA LEITURA, até a próxima!

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

CINE HISTÓRIA: OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS (1979)


Título OriginalThe Gods Must Be Crazy
Duração: 109 min. 
Ano: 1979
Diretor: Jaime Uys     
País:  África do Sul
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês/ Português
Gênero: Comédia/ Aventura/ Documentário 
Temática: Vida das tribos africanas/ Realidade Social da África/ Guerras Étnicas  

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Uma garrafa de Coca-Cola jogada de um avião fazem os nativos acreditarem que é um presente dos deuses. Mas como isto gera uma série de brigas, eles decidem devolvê-la aos deuses, escolhendo um dos nativos para fazer a devolução.

COMENTÁRIO

 Clássico da Sessão da Tarde nos anos 80 e 90, Os Deuses Devem Estar Loucos é um dos filmes mais divertidos e interessantes de todos os tempos, sendo um dos primeiros filmes produzidos na África que conseguiu alcançar sucesso mundial, tendo um enredo engraçado, fotografia bonita e uma visão de mundo espetacular, com a direção afiada do cineasta africano Jamie Uys.
Misto de comédia e documentário etnográfico, o filme narra a saga de um homem da tribo bosquímano, para descobrir a origem de um objeto caído do céu, o qual está gerando conflito na tribo e tentando amenizar aquela situação, viaja pela África, tendo contato pela primeira vez com pessoas “civilizadas”, entrando em diversas situações cômicas.
 Sendo um filme que prevalece o tom cômico e documental, Os Deuses Devem Estar Loucos, retrata a visão do bosquímano a medida que ele vai tendo contato com a “civilização”, mas o filme dispara críticas a violência étnica devidos as guerras no continente africano, a caça predatória, a invasão do consumismo e tecnologia na África e a hipocrisia do homem branco em meio as comunidades tradicionais, tornando essa obra um interessante documento histórico, o qual ainda não perdeu sua atualidade, apesar de ser um filme feito há mais de 30 anos atrás.
 Com o sucesso do filme, surgiu uma continuação divertida com o mesmo ritmo do filme original e outras continuações sem criatividade e obscuras feitas pelo cinema de Hong Kong, o qual misturam o enredo do filme original com Kung Fu, porém os dois primeiros filmes originais são interessantes e engraçados, vale a pena assistir Os Deuses Devem Estar Loucos, um verdadeiro clássico da comédia mundial.


GRANDE ABRAÇO, BOA SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA!

domingo, 14 de agosto de 2016

RETRÔ: TOP GEAR


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Você conhece a cena acima? Ela faz parte de um dos games mais eletrizantes já lançados para o saudoso Super Nintendo, fazendo uma grande legião de fãs principalmente no Brasil, sendo o primeiro game de corrida lançado para o console, estou falando logicamente do Top Gear.
Lançado em 1992 pela empresa japonesa Kemco, Top Gear (conhecido no Japão como Top Racer), é um jogo de corrida para uma ou duas pessoas, tendo quatro opções de carros selecionáveis, câmbio automático ou manual, onde os pilotos disputam um campeonato ao redor do mundo, sendo que o grande vencedor será aquele que vencer mais corridas e pontuar melhor.
 Conhecido por ser eletrizante e ter visuais encantadores, Top Gear é lembrado nostalgicamente pela belíssima trilha sonora e pela dificuldade gradativa do game, além de ter opções que facilitam a jogatina, além do grande realismo, prevendo o que seria os games de corrida dali pra frente, cada vez mais realistas e emocionantes.
 Mesmo fazendo relativo sucesso no Japão e nos Estados Unidos, Top Gear conseguiu formar uma franquia bem sucedida com inúmeros títulos para outros consoles além do Super Nintendo, como o Mega Drive, Nintendo 64 e Playstation, todos seguindo a mesma forma eletrizante do primeiro game, um grande clássico dos games de todos os tempos, para encerrar e matar a saudades, deixo um vídeo com a famosa trilha sonora, essa é para os gamers mais saudosos: 



GRANDE ABRAÇO, BOA SEMANA, até a próxima!

sábado, 13 de agosto de 2016

A MÚSICA E A HISTÓRIA: WHISKY A GO GO- ROUPA NOVA


 Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Grupo de Pop Rock nacional que começou a fazer um estrondoso sucesso a partir da década de 1980, o Roupa Nova dispensa apresentações, sempre trazendo músicas de qualidade com letras cheias de romantismo, poesia e nostalgia, instrumentais bem elaborados e vocais afinadíssimas, conseguiriam se manter nesse estilo até os dias de hoje, fazendo que suas músicas não envelheçam e continuem atuais, sendo temas de inúmeros casais apaixonados.
Lançada em 1984, Whisky a Go Go é uma das músicas mais conhecidas do Roupa Nova, é uma das mais animadas do grupo, sempre tocada por bandas de baile ou DJ em momentos de flashback, ou seja, de relembrar sucessos antigos. Contando a estória de um romance ambientado na década de 1960, cheio de referências aquela época como a vitrola, cuba livre, ao Rock, além de fazer alusão ao roqueiro americano Johnny Rivers, fazendo um tremendo sucesso e sendo trilha sonora da novela Um Sonho a Mais, exibida pela Rede Globo em 1985. Confiram abaixo a música, prestem atenção na letra e sinta a nostalgia de uma canção que ultrapassa a barreira do tempo:



GRANDE ABRAÇO, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima!    

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

SRS ESPECIAL: PROFESSORA ISAURA FREITAS EMERIM



Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Santa Rosa do Sul tem uma trajetória histórica e cultural muito interessante, povoado por acontecimentos e por personagens das mais variadas esferas sociais, que contribuíram para o crescimento nos mais diversos setores que formam a atual comunidade sul santarosense, sempre lembrados por suas contribuições com muita nostalgia pelos moradores mais antigos e que vivenciaram esses fatos ou conviveram com essas pessoas especiais.
 Tendo como missão principal de mostrar a importância dos acontecimentos do passado e do presente, cultura e dos personagens que marcaram na História de Santa Rosa do Sul, esse blog sempre falará de coisas importantes do nosso munícipio, mostrando aos mais jovens a importância de permanecer as pessoas e os fatos marcantes, para que a memória continue viva nas próximas gerações. Hoje iremos falar sobre a trajetória de Isaura Freitas Emerim, as informações que aqui serão apresentadas foram tiradas do livro Santa Rosa do Sul: Raízes de Rolando Christian Sant’Helena Coelho (2012).
 Nascida na cidade de Tubarão, a professora Isaura Freitas Emerim chegou em Santa Rosa do Sul em 1935, sendo designada pelo governo catarinense lecionar na pequena comunidade, ajudando na construção da Escola Isolada Morro das Mortes em 1940, sendo ela a primeira diretora, posteriormente a escola  teve como nomes Escola Isolada Santa Rosa, Escola Reunida Professor André Antônio de Souza e chegando hoje com o nome Escola Básica João dos Santos Areão, sendo a instituição de ensino mais respeitada e antiga de Santa Rosa do Sul.
Graças a vinda da professora Isaura, Santa Rosa começou a ganhar investimentos grandiosos do governo estadual na educação, os quais fizeram a pequena vila dar um grande salto educacional, a escola começou a crescer e o número de alunos também, além do surgimento de mais escolas no munícipio, evidentemente foi um processo lento, o qual se reflete nos dias de hoje.
  Lecionando em Santa Rosa do Sul entre as décadas de 1930 a 1950, professora Isaura foi uma grande liderança na comunidade seja no âmbito educacional, religioso e cultural, sempre preocupada com seus alunos, ajudando sempre que precisavam dela, sendo muito admirada por toda a comunidade, sendo que ela se sentia integrada, acaba se casando com Valdir Emerim, filho de Alfredo Emerim.
 Com toda essa participação no desenvolvimento educacional e cultural no munícipio, a professora Isaura Freitas Emerim é lembrada com muito saudosismo e carinho pelos moradores mais antigos, alguns inclusive foram seus alunos, o nome dela é um dos mais lembrados quando se fala em educação ao conversa com as pessoas mais antigas, tamanha a importância que  a professora Isaura Freitas Emerim é patrona da Biblioteca Pública Municipal de Santa Rosa do Sul, homenageando essa pessoa que marcou a História da educação do munícipio.

GRANDE ABRAÇO, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima!    

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

CINE HISTÓRIA: LEGIONÁRIO (1998)




Título OriginalLegionnaire 
Duração: 100 min. 
Ano: 1998
Diretor: Peter MaCDonald     
País:  Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês/ Português
Gênero: Épico/ Ação/ Guerra/ Aventura/ Drama Histórico 
Temática: Legião Estrangeira/ Período Colonial/ Império Islâmico no Norte da África

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Na Marselha dos anos 20, lutador de boxe (Jean-Claude Van Damme) vence luta que deveria perder de propósito. Para fugir dos gângsters que buscam vingança, resolve se alistar na Legião Estrangeira, onde enfrenta os horrores da batalha no inóspito deserto do Marrocos.

COMENTÁRIO

 Clássico do cinema de ação da década de 1990, Legionário é uma superprodução interessante, divertida e com um enredo que oscila da aventura com tons cômicos, ação explosiva e drama meloso, sendo produzido e estrelado por Jean Claude Van-Damme, um dos grandes astros dos filmes da ação, sendo um dos poucos filmes estrelados por ele onde não usa todas suas habilidades em artes marciais, se restringindo a uma pequena cena onde tem uma luta de boxe bem no início do filme.
 Tendo uma trama bem simples, o filme conta a trajetória de um lutador de boxe que decidiu contrariar um poderoso mafioso francês, obrigando ele a se alistar na Legião Estrangeira, a qual defende os territórios coloniais conquistados pela França no Norte da África das mãos de tribos muçulmanas que tem como objetivo de expulsar os invasores estrangeiros de sua terra, iniciando uma luta desesperada pela sobrevivência em um território hostil.
 Ambientado nos anos de 1920, Legionário retrata o cotidiano da Legião Estrangeira, o duro treinamento, o violento e desprezível tratamento que os legionários recebiam de seus comandantes, as táticas de guerra usadas pelos muçulmanos e a realidade dos combates no meio do deserto são abordados nesse filme, claro tendo todos os elementos clássicos dos filmes estrelados por Jean Claude Van-Damme (cara injustiçado, luta contra vilões, apanha pra caramba, abdica o amor em nome de um objetivo maior e alcança a vitória de forma triunfal), os quais não estragam o filme, aliás nunca estragaram nenhum filme estrelado por ele, tornam esse filme num grande clássico dos filmes de ação dos anos 1990.  

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR O FILME!

GRANDE ABRAÇO, BOA SESSÃO ATÉ A PRÓXIMA!

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

LIVRO: A ESCRAVA ISAURA- BERNARDO GUIMARÃES


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Grande expoente do Romantismo no Brasil, Bernardo Guimarães (1825-1884) foi autor de grandes clássicos de nossa literatura, sempre retratando personagens simples e fortes, além de retratar questões como o abolicionismo e a luta pela liberdade, agradando em cheio o público da época com obras como O Seminarista e principalmente, a Escrava Isaura, sua obra mais conhecida e diversas vezes adaptadas para teatro, cinema e televisão.
 Publicada originalmente em 1877, A Escrava Isaura retrata a romântica e épica saga de um jovem escrava que busca sua liberdade, sendo dominada por um fazendeiro cruel e corrupto, vivendo uma linda estória de amor com um abolicionista, o qual ajuda a conseguir uma maneira definitiva de fugir daquele cativeiro, iniciando uma trama de paixões proibidas, traições e redenção.
 Ambientado em uma cidade do interior do Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX, esse livro retrata a cruel situação dos escravos de origem africana no Brasil, o preconceito racial, a luta para manter viva uma cultura milenar e os primeiros passos do movimento abolicionista no Brasil, que na época em que esse romance foi escrito estava começando a ganhar força, tudo assinado por uma trama que mistura epopeia, romance e aventura, um dos grandes clássicos da literatura brasileira.

GRANDE ABRAÇO, BOA LEITURA, ATÉ A PRÓXIMA!  

terça-feira, 9 de agosto de 2016

POEMA: HELENA




Helena*, por que você demoras tanto?
Espero você faz tanto tempo,
Já perdi a conta de poemas que já escrevi,
Procurei você em várias garotas, mas só me dei mal.

Serás que é fruto de minha imaginação,
Não consigo entender tanto mistério,
A solidão não me deixa quieto,
Venha logo me salvar.

Você é a personificação do amor que sempre sonhei viver,
Puro, intenso, alegre, verdadeiro,
Apenas quero isso, tenho certeza quete encontrarei logo.

Venha logo para mim, Helena,
Meu coração está aberto te esperando,
Viveremos o amor mais belo da História.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

*PESONIFICAÇÃO DA PESSOA AMADA IDEAL

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

SUL DO BRASIL ESPECIAL: ARRAIALFEST 2016



Olá caros amigos, tudo bem com vocês?

Aconteceu em Sombrio nesse último fim de semana (04/08 a 07/08) a décima quinta edição do Arraialfest, maior festa cultural da região sul catarinense, atraindo uma grande multidão nos quatros dias de festa, consagrando-se um evento de nível nacional, sendo realizada em um bairro diferente: Nova Brasília, onde foi montado um grandioso parque de eventos e uma estrutura enorme.
Além de grandes shows nacionais com Michel Teló e Gabriel Valim, o Arraialfest contou com uma grandiosa praça de alimentação, parque de diversões, exposições de diversos setores do munícipio e da região, além de um palco alternativo montado na praça de alimentação onde se apresentaram grupos folclóricos, talentos da terra e bandas de Rock, tendo destaque o show da Eletro Rover e Los Marisqueiros. 
Para encerrar essa postagem, quero parabenizar a toda comissão organizadora pelo belíssimo evento, estava sensacional, muita cultura, gastronomia e pessoas animadas, mostrando que a cultura sempre tem atraído a atenção das pessoas, que daqui a dois anos repita o sucesso que foi o desse ano, em 2018, estaremos novamente no Arraialfest de Sombrio.

Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima!  

domingo, 7 de agosto de 2016

INFORMATIVO ESPECIAL: SEIS ANOS FORMADO EM HISTÓRIA





Olá caros leitores tudo bem com vocês?

  A vida é cheia de fatos marcantes, os quais alguns se destacam por serem inesquecíveis, havendo toda uma preparação para vivenciar apenas um único dia, mas um daqueles que jamais esqueceremos, a formatura é um desses acontecimentos importantes, quem uma vez tem a oportunidade de realizar uma, vai lembrar sempre.
  No dia 07 de Agosto de 2010, na cidade de Araranguá, após três anos de meio e meio de muito estudo, preparação e eventos, eis que chega o dia da formatura de minha turma, dia muito esperado por minha e por todos colegas acadêmicos de História, o qual faríamos uma grande festa.
  O cerimonial de colação ode grau foi lindíssimo e emocionante demais, levando praticamente todos presentes as lágrimas. Após o cerimonial, cada formando levou seus respectivos convidados a um restaurante ou para sua casa (aqueles que moravam lá), realizando uma janta ou coquetel, depende das condições de cada um.
   Seguindo a programação, para finalizar houve o baile de formatura, onde todos divertiram-se muito, havendo momentos de grande emoção também, sendo uma festa boa e de muita animação, realmente inesquecível a todos. Meses depois, se formou a segunda e última leva de historiadores que estudaram comigo, tendo uma festa imensa e divertida, tal como foi a anterior.
    Quero dar os parabéns a todos e a mim mesmo pelos seis anos de formados, muito sucesso a todos e a luta continua sempre. Agora chega de papo, abaixo vou deixar vídeos feitos pela ANDRIOFILMES contando toda a estória da Turma 2007-2010 de História, da Unisul Campus Araranguá, confiram:










Grande abraço a todos, BOA SEMANA, até a próxima!

sábado, 6 de agosto de 2016

RETRÔ: COMBAT!


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Vocês conhecem os personagens da figura acima? Eles são protagonista de uma das séries mais eletrizantes já exibidas na televisão, conhecida por seu realismo e precisão histórica, marcando altos pontos de audiência em todos os países que foi exibida, considerada por muitos pai da série Band of Brothers, por ter a mesma temática e trazer dramas idênticos, estou falando logicamente de Combat! , um verdadeiro clássico das séries de guerra.
 Produzida originalmente entre 1962 a 1967, tendo cinco temporadas e 152 episódios, exibida pela emissora de televisão estadunidense ABC, Combat!  é dirigida  e produzida por Robert Altman, Robert Blees, Richard Caffey, Gene Levitt e  Richard Maibaum, tendo como protagonistas Vic Morrow e Rick Jason, além de ter participação especial de um astro do cinema de ação em todos os episódios do naipe de Charles Bronson, Lee Marvin,  James Coburn e muitos outros, sendo que a série na grande maioria foi exibido em preto e branco, nos 52 últimos capítulos são coloridos, algo comum na época.
 Ambientada na Segunda Guerra Mundial, a série retrata a trajetória de um batalhão do exército americano em diversas missões após o Dia D até o fim da guerra, sempre mostrando a vida dos combatentes, seus dramas, o companheirismos e as emboscadas dos nazistas, tudo com um enredo recheados de cenas de ação, comédia, drama e fatos históricos do conflito, tudo com muito realismo e ajudado por ex combatentes, aliás a grande maioria do elenco lutou no conflito, dando mais veracidade a trama.  Para relembrar esse clássico da TV, abaixo um episódio completo colorido com a nostálgica dublagem original:


Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima!