quinta-feira, 30 de abril de 2015

RETRÔ: STREET FIGHTER


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Quem gosta de games com toda certeza conhece os personagens da foto, especialmente quem frequentava os fliperamas ou as locadoras de videogames na década de 90, é um dos jogos de luta mais famosos da História, sendo uma das franquias mais bem sucedidas dos games e referência obrigatória quando se pensa em jogos de luta, estamos falando logicamente de Street Fighter, verdadeiro fenômeno da industria dos jogos eletrônicos que faz parte da cultura pop mundial.
Grande game da empresa japonesa de jogos eletrônicos Capcom, Street Fighter teve sua primeira versão lançada em 1987 para Arcade (fliperama), desenvolvida por Hiroshi Matsumoto e Takashi Nishiyama, onde jogador podia escolher entre Ryu e Ken, tendo que lutar contra dez oponentes, até chegar ao chefão Sagat, em um game simples, com seis botões e golpes especiais. Apesar de ser inovador, o game não fez tanto sucesso e tampouco foi lançado para consoles caseiros.
 Quatro anos depois, mais precisamente em 1991, o designer japonês Yoshiki Okamoto resolveu fazer uma continuação do jogo anterior, surgindo então Street Fighter II: The World Warrior, que foi um game extremamente aclamado pelo público e pela crítica especializada, graças a seus gráficos semelhantes a um desenho animado, jogabilidade simples e empolgante, além de trazer oito personagens selecionáveis (Ryu, Ken, Chun-Li, E. Honda, Guile, Dhalsim, Blanka e Zangief) e mais quatro chefes finais (Barlrog, Vega, Sagat e M. Bison), fazendo que o jogador desse uma verdadeira volta ao mundo, enfrentando os lutadores mais fortes e poderosos em um torneio de artes marciais empolgante. Daí em diante, foi sucesso atrás de sucesso, sendo feitas outras versões do jogo, algumas liberando os quatro chefes, outras mais amalucadas, tornando-se imediatamente um clássico.
 Como acontece em toda franquia de sucesso, foram lançados inúmeros games de Street Fighter, sempre com a jogabilidade simples e empolgante, trazendo novos personagens, novos enredos, indo de encontro com a evolução dos gráficos, sendo que cada novo lançamento, é um grande evento histórico e empolga fãs antigos e conquistando novos, sempre com aquele velho e divertido jeito de fazer jogos de luta, coisa rara no mundo dos games. Além da franquia principal, forma lançado games dos personagens de Street Fighter lutando com os super heróis da Marvel Comics (X-Men, Capitão América, Homem-Aranha, Hulk, etc) e com a empresa rival da Capcom, a SNK, que também fazem bastante sucesso. 
 Vendo o sucesso que o jogo fez no mundo todo nas máquinas de fliperama, a Capcom decidiu então em lançar todas os games da franquia Street Fighter para consoles caseiros, indo desde os saudosos como o NES (Nintendinho), Super Nintendo e Mega Drive e também para consoles modernos como da linha Playstation (1, 2 e 3) e XBOX (360 e One), tornando o jogo ainda mais acessível e popular. Além disso, foram lançados séries de desenho animado, revistas em quadrinhos, um grandioso filme de ação estrelado por Jean Claude Van Damme e Raul Julia (infelizmente fracassou comercialmente e fugiu do enredo dos jogos) e outros produtos, fenômeno que acontece com toda franquia de muito sucesso, seja no mundo dos games, cinema, desenhos animados, música, etc.
  Como aconteceu com as franquias Mário Bros e Sonic, Street Fighter é um marco histórico no gênero lutas no mundo dos games, pois todos os jogos que surgiram posteriormente foram inspirados diretamente ou indiretamente pelo Street Fighter, mesmo tendo enredos, golpes e personagens diferentes, tais como Fatal Fury, Mortal Kombat, Darkstalkers, Art of Fighting, Samurai Shodown e The King of Fighters, tendo até personagens parecidos fazendo menção honrosa ao velho Street, sendo fácil supor que os desenvolvedores de games de luta jogaram e são fãs de Ryu e sua turma, difícil encontrar um jogador de games antigos que não goste de Street Fighter. 
 Com todo esse sucesso estrondoso, era óbvio que um jogo do nível como Street Fighter faria parte da cultura pop mundial, os sons dos nomes dos golpes aparecem constantemente em vídeos de comédia na internet, vídeos que fazem homenagem ao jogo (seja gozando aos nomes que os brasileiros davam aos golpes ou curiosidades), sempre sendo citado em documentários sobre games e até músicas que citam o jogo de forma engraçada ou  em homenagem, enfim, um clássico atemporal, divertido e que jamais ficará de fora da listas dos jogos mais importantes da História dos games. Para encerrar, um vídeo com curiosidades de Street Fighter feito pelo Nostalgia complementando tudo o que falamos até aqui, confiram:    


Grande abraço, ATÉ A PRÓXIMA.
  

quarta-feira, 29 de abril de 2015

CINE HISTÓRIA: PRA FRENTE BRASIL (1982)


FICHA TÉCNICA

Título Original Pra Frente Brasil
Duração: 105 min.
Ano: 1982
Diretor: Roberto Farias 
País:  Brasil
Idiomas disponíveis e legendas: Português
Gênero: Ação/ Drama Histórico
Temática: Copa de 1970/ Ditadura Militar no Brasil

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Em 1970 o Brasil inteiro torce e vibra com a seleção de futebol no México, enquanto prisioneiros políticos são torturados nos porões da ditadura militar e inocentes são vítimas desta violência. Todos estes acontecimentos são vistos pela ótica de uma família quando um dos seus integrantes, um pacato trabalhador da classe média, é confundido com um ativista político e "desaparece".

COMENTÁRIO

 Grande clássico do cinema brasileiro, Pra Frente Brasil foi lançado ainda durante o período do regime militar, mas precisamente no governo do general João Batista Figueiredo, último presidente da ditadura, sendo inclusive censurado, mas liberado logo tempo depois, é o primeiro filme a mostrar abertamente a repressão desse período.
 Estrelado por Reginaldo Faria, Antônio Fagundes, Natália do Vale e Elizabeth Savalla, o filme tem uma estória bastante simples, envolvendo uma família, mas denúncia escancarada as horríveis sessões de tortura, como os grandes  empresários na época financiavam a repressão no Brasil, além de mostrar a euforia do país durante a Copa de 1970, a qual acabava ajudando os órgãos de repressão mascarar a realidade dos porões da ditadura.
 Repleto de cenas memoráveis, o filme é um verdadeiro documento histórico, mostrando acontecimentos lamentáveis da nossa História recente, misturando drama familiar e político com sequências eletrizantes de ação, criando uma obra realista, a qual foi um dos grande sucessos do cinema nacional dos anos 80, conquistando diversos prêmios mundo a fora.
 Além de ser uma denúncia forte a ditadura militar, a grande mensagem de Pra Frente Brasil é por democracia, por uma política sem perseguições e sem violência, além de liberdade de expressão, temas muito presente até nos dias de hoje. Abaixo está o filme completo, só clicar no play e assistir, confiram:


Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 28 de abril de 2015

LIVRO: PARAÍSO PERDIDO- JOHN MILTON


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Um dos grandes expoentes da poesia barroca na Inglaterra, John Milton (1608-1674) viveu uma época de grande agitação política e conflitos religiosos entre católicos e protestantes, influenciando diretamente em sua obra literária, foi um grande intelectual e trabalhou como funcionário público durante a República de Cromwell (1649-1660).
 Considerado sua obra-prima, Paraíso Perdido foi publicado pela primeira vez em 1667, trata-se de um grandioso poema épico, ou em outras palavras, é uma estória com fatos históricos ou mitológicos que interessa a toda uma coletividade, inspirado na antiga tradição dos períodos greco-romano e medieval, como Homero (Ilíada e Odisseia), Virgílio (Eneida), Dante Alighieri (A Divina Comédia) e Luis Vaz de Camões (Os Lusíadas).
 Escrevendo um épico com versos brancos e sem rimas, mas inspirado nas antigas tradições poéticas, Paraíso Perdido narra a famosa estória de Adão e Eva, narrando sua vida no Eden, que seguem a vontade de Deus, desfrutando das delícias do Paraíso, até a vinda de Lúcifer (Satã), um anjo que foi condenado ao Inferno após causar uma rebelião nos Céus, convencer eles a comer o fruto da Arvore da Ciência, no intuito de se vingar de Deus, usando sua criação mais amada contra ele, resultando na expulsão de Adão e Eva  do Eden, além do retorno de Lúcifer ao seu reino infernal.
  Inspirado no Genesis, primeiro livro da Bíblia,  Paraíso Perdido mistura acontecimentos descritos nos textos bíblicos com lendas da mitologia judaico, como a famosa Batalha dos Anjos, onde os anjos liderados por Miguel combatem os anjos liderados por Lúcifer, descrito com uma grande riqueza de detalhes, além de citar inúmeros episódios bíblicos, como o nascimento, morte e ressurreição de Jesus Cristo, mitos de origem greco-romana, mesopotâmica e de outros povos da antiguidade e do período medieval, tudo com uma emotividade quase teatral, alguns momentos sendo maravilhoso, outras pavoroso, sendo tendo dualismos (Bem x mal, Deus x Demônio, etc), coisa bem caraterística do barroco, inspirando muitas obras de arte principalmente em igrejas, tornando esse poema um verdadeiro clássico da literatura universal.

Grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima. 

segunda-feira, 27 de abril de 2015

A MÚSICA E A HISTÓRIA: PERFIL GAÚCHO- MIRO SALDANHA



Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Nova revelação da música nativista gaúcha, Miro Saldanha vem se destacando por trazer músicas de autoria própria e regravações de grande clássicos gauchescos de maneira bastante diferente, misturando ritmos do sul brasileiro com ritmos latino americanos e letras que falam sobre a cultura gaúcha, família, amor, lenda valores éticos e fortes críticas sociais com muita emotividade e poesia, sendo suas marcas registradas.
 Lançada em 2009, Perfil Gaúcho faz parte do álbum Rastro e Poeira, é uma canção tipicamente gaúcha no melhor estilo nativista, falando sobre a personalidade do gaúcho que vive nos pampas do Rio Grande do Sul, sobre sua relação da natureza, orgulho de sua tradição, defesa de seu território, o sentimento de infelicidade quando sai para fora do estado e luta para a sua cultura sobreviva aos tempos modernas, sendo uma exaltação tradicionalista de forma poética. Confiram abaixo um vídeo com essa linda canção, prestem atenção na letra:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima. 

domingo, 26 de abril de 2015

INFORMATIVO ESPECIAL: MOBILIZAÇÃO PELA RESTAURAÇÃO DO CENTRO CULTURAL JORGE ZANATTA, CRICIÚMA, SC (25/04/2015)


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Aconteceu na manhã do último sábado (25/04) na cidade de Criciúma um evento bastante especial, organizado por diversos setores artísticos, educacionais e culturais do munícipio em prol da restauração do Centro Cultural  Jorge Zanatta, com participação da nossa turma de Pós-graduação (História e Cidades), no intuito de apoiar a causa, pois faz jus totalmente ao nosso curso: a defesa da cultura e do patrimônio histórico das cidades onde moramos e por onde passarmos.
 Construído na década de 1940, o prédio foi construído na intenção de ser a sede do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), que era responsável pelas atividades carboníferas (carvão) em Criciúma e na região, havendo circulação intensa de pessoas, além de haver uma bica d'água que acabava abastecendo a população, a qual hoje está desaparecida devido aos grandiosos prédios que estão ao redor da construção.
 Durante o Regime Militar (1964-1985), uma ala do prédio serviu de prisão para os presos políticos considerados subversivos pelos órgãos de repressão da região na época, sendo um local também de memória e resistência ao período mais sombrio e sangrento da História recente brasileira, sendo um verdadeiro monumento contra o autoritarismo, como foi frisado pela professora e historiadora Marli de Oliveira Costa. 
 Alguns anos depois, o local passou a ser um centro cultural, onde era oferecido a toda população criciumense atividades culturais e artísticas, além de espetáculos e exposições, sendo um verdadeiro celeiro de grandes talentos de toda região que despontaram a nível estadual e nacional e uma referência obrigatória messa questão, tornando o lugar cheio de lembranças e de emoção. 
 Desativado em 2013, hoje o Centro Cultural encontra-se abandonado e totalmente deteriorado, precisando urgentemente de uma intensa restauração, para que possa voltar a funcionar e atenda a população com suas atividades artísticas e culturais. Infelizmente por questões burocráticas, as obras de restauração não iniciaram, sendo necessário que acontecesse uma intervenção popular para chamar a atenção do poder público e  da população.
 Com discursos emocionados  de artistas, gestores e lideranças dos setores culturais, educacionais e artísticos, foi feito um abraço simbólico ao redor do prédio, além de ser recontado a História do lugar e qual importância dele para Criciúma e região, encerrando com o recolhimento de assinaturas para um abaixo-assinado no intuito que a restauração do prédio aconteça o mais breve possível, além de sensibilizar toda a sociedade. Confiram abaixo as fotos do evento:

CENTRO CULTURAL JORGE ZANATTA



MOBILIZAÇÃO EM PROL DA RESTAURAÇÃO DO CENTRO CULTURAL


 Participar de um evento como esse foi uma experiência maravilhosa para toda a nossa turma, pois fomos além das teorias que aprendemos até agora em sala de aula, aprendemos que não basta apenas saber o que é um patrimônio ou ficar fazendo discursos apaixonados, tem que partir para a ação, mobilizando toda a sociedade, apoiando e participando ativamente em eventos como esse, enfim, tem que falar menos e fazer mais, só assim podemos fazer a diferença e fazer valer nosso estudo valer a pena. Com toda certeza, acabamos dando o primeiro passo, esperamos que a restauração desse patrimônio seja feita e estaremos acompanhando e participando das próximas manifestações e do andamento dos próximos passos que essa obra vai passar, pois é nosso dever como defensores da cultura e dos patrimônios histórico, sejam nos municípios onde vivemos ou por onde passamos.

Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

Autores desse informativo: TURMA DE PÓS GRADUAÇÃO HISTÓRIA E CIDADES DA UNESC
                                         







sexta-feira, 24 de abril de 2015

POEMA: UM POETA


Um poeta vive de seus sonhos,
Sejam loucos ou românticos,
Está sempre atento a tudo,
Seu olhar não escapa nenhum detalhe.

Um poeta tem o dom da palavra,
Faz seus rabiscos terem sentido,
Vivencia na pele o que escreve,
É o personagem principal de seus poemas.

Um poeta está em constante transformação,
Vivendo conforme as mudanças que o mundo passa,
Sendo um ativo agente histórico.

Um poeta de verdade ama a vida,
Aproveita ela cada minuto de forma sublime,
Sendo ela a inspiração para suas obras de arte.



Autor: Andrio Cardoso Pereira

GRANDE ABRAÇO, BOM FIM DE SEMANA

quinta-feira, 23 de abril de 2015

SRS ESPECIAL: VERSOS AO AGRICULTOR DE NOSSA TERRA


Andando pelas ruas e vilas de Santa Rosa do Sul,
Observo calmamente tudo o que vejo,
Tudo aqui relembra o passado, há tranquilidade, novo e antigo num só lugar,
Há também belas paisagens, bela gastronomia, festas muito divertidas,
Mas o que impressiona aqui é o povo,
Mesmo sendo de costumes simples, não deixa de lutar pelos seus sonhos,
Trabalha duro na roça, de inverno a verão, sol forte, vento, geada, frio e chuva,
Passa dificuldades, mas sempre está com um sorriso no rosto,
Acolhe a cada um que chega aqui com muita alegria,
Se orgulha de trabalhar na agricultura e na pecuária,
Fala de modo engraçado, porém não mente e é honesto,
Trabalha para sustentar sua família e a também a dos outros,
Fica feliz em levar a todo Brasil seus produtos,
Para mim, o agricultor daqui é um herói,
Não aqueles de gibis, do cinema ou da televisão,
Mas sim de carne e osso,
Que fazem essa cidade crescer cada dia mais,
Merecem meu respeito e toda minha admiração,
Por isso esses pequenos versos são dedicados ao agricultor desse munícipio.

Autor: Andrio Cardoso Pereira.


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Como o próprio título índica, esse pequeno poema é uma homenagem ao agricultor de Santa Rosa do Sul, responsável pela economia que gera o munícipio e principal inspirador da cultural local, o qual tenho muita admiração, respeito e carinho, praticamente sem eles, não teríamos um munícipio tão bonito e grande, como defensor da cultura sul santarosense, meu dever nesse blog é mostrar essa cultura a todos, que muitas vezes é descriminada por pessoas que não valorizam suas raízes, aqui todos tem voz e vez, principalmente quando as postagens são da coluna Santa Rosa do Sul Especial. 

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.

POEMA: AJUDAR AO PRÓXIMO


Mesmo algumas pessoas vivendo solitariamente,
Todos nós precisamos de ajuda, amigos,
Somos seres sociais, dizia  o filosofo,
Pois sem ninguém ao lado não vamos a lugar nenhum.

Por mais diferentes que somos um do outro,
Nunca devemos ser mesquinhos com as diferenças,
Não darmos as costas aos problemas do mundo,
Mas sim preocupar-se com eles e resolve-los.

Querendo ou não, somos todos irmãos,
Todos merecem respeito, amor, paz e carinho,
Faça e ajuda a criar um mundo maravilhoso.

Repudie todos os sinais de morte, tristeza e maldade,
Escolha a vida sempre, digam sim a alegria,
Enquanto lutarmos por dignidade, teremos chance de vencer.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

quarta-feira, 22 de abril de 2015

CINE HISTÓRIA: MOBY DICK (1956)



FICHA TÉCNICA

Título Original: Moby Dick
Duração: 120 min.
Ano: 1956
Diretores:  John Huston 
País:  Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português 
Gênero: Aventura/ Épico/ Drama
Temática: Caça as Baleias e Vida no Mar no Século XIX 

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

O último sobrevivente de um barco naufragado relata a história de seu capitão Ahab (Gregory Peck), um homem obsessivo e auto-destrutivo que inicia uma caçada em busca da baleia Moby Dick.

COMENTÁRIO


Obra-prima dirigida por John HoustonMoby Dick é uma adaptação do famoso livro do escritor estadunidense Herman Melville, um dos maiores clássicos da literatura de aventura de todos os tempos, sendo adaptada várias vezes para o cinema e televisão.
  Estrelado por Gregory Peck, a trama conta a estória do um capitão que tem a obsessão em caçar uma baleia branca, a qual mutilou sua perna, cruzando os sete mares em busca de vingança, levando a tripulação de seu barco a uma aventura mortal e sem volta.
  Ambientado no século XIX, o tema principal de Moby Dick é a relação do homem com as forças da natureza, ocorrendo uma batalha épica, onde somente um saíra vencedor, no caso do filme, ocorre nos mares.
  O filme também é uma belíssima recriação de como era a vida em um navio daqueles tempos, a pesca da baleia e também os perigos de uma viagem marítima, sendo completamente imprevisível de saber o que vai acontecer.
A grande mensagem desse clássico, sem dúvida, é de que nunca devemos desafiar as forças da natureza em nome de nossas ambições ou paixões, pois leva um caminho sem volta, muitas vezes acabando em tragédia, dependendo apenas do destino.

CLIQUE AQUI PARA FAZER O DOWNLOAD DO FILME

Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 21 de abril de 2015

LIVRO: A CRUZADA DAS CRIANÇAS- MARCEL SCHWOB


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Conhecido por romances biográficos que misturando acontecimentos históricos com fantasia, o escritor francês Marcel Schwob (1867-1905) foi uma pessoa apaixonada pela literatura desde criança, sendo também jornalista, crítico literário, tradutor e historiador, convivendo com a efervescência cultural de Paris na virada do século XIX para o XX, sendo daqueles autores com raro talento e de obras muito bem escritas.
 Publicado pela primeira vez em 1896, A Cruzada das Crianças é a obra-prima de Marcel Schwob, retrata acontecimentos ocorridos no início do século XIII, em pelo período medieval, quando foram organizadas duas cruzadas (uma organizada pela França e outra pela Alemanha) rumo a Terra Santa, com a participação de crianças e adolescentes, tendo um resultado catastrófico: muitas delas acabaram morrendo ou foram escravizadas por navios de origem islâmica , além de nunca terem chegado a Jerusalém.
 Misturando acontecimentos reais com fantasia, esse livro mostra a visão tantos das próprias crianças, dos muçulmanos, dos Papas e de pessoas comuns que viram aquilo que acontecendo, mostrando como foi cruel essas cruzadas, denunciando o desfecho trágico que essas crianças tiveram, sem demonizar os islâmicos, mas de arrependimento vindas dos Papas, com toda aquele sentimento cristão típico do período medieval, é um livro que choca, porém te faz compreender o porque tudo isso aconteceu, sendo um relato fantástico de fatos que marcaram a História da humanidade.

Grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima. 


segunda-feira, 20 de abril de 2015

A MÚSICA E A HISTÓRIA: POWER TO THE PEOPLE- JOHN LENNON


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

John Lennon (1940-1980) dispensa apresentações,  um dos integrantes mais badalados dos Beatles, nasceu na Inglaterra em plena Segunda Guerra Mundial, além de exímio músico e compositor, foi escritor e ativista, percorreu o mundo em campanhas pacifistas junto com sua esposa Yoko Ono e outros nomes da contracultura mundial.
 Diferente das canções feitas nos Beatles, em sua carreira solo, devido seu ativismo político, John Lennon escrevia e cantava letras de cunho social, sempre falando sobre paz, alegria e amor, criticando as guerras e injustiças, criando hits inesquecíveis, sempre o mantendo no topo nas paradas de sucesso em todas as partes do mundo.
 Lançada em 1971, Power to the People é uma canção de protesto que ficou conhecida somente depois da morte de John Lennon, fazendo parte de coletâneas em homenagem ao cantor. A canção faz analogia direta aos protestos contra a Guerra do Vietnã, mas também a luta pelos direitos civis, seja no trabalho, no tratamento as mulheres, ao direito pela liberdade de expressão, em outras palavras, é um resumo de todo o pensamento pacifista de John Lennon. Abaixo está um belíssimo clipe feito postumamente, com diversas imagens de Lennon e Yoko On em protestos ao redor do mundo, mostrando o quando essa canção é atual como na época que foi lançada:



Um grande abraço, boa semana, tudo de bom, até a próxima.

domingo, 19 de abril de 2015

RETRÔ: MAMONAS ASSASSINAS


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Quem teve a infância durante a década de 90 com toda certeza lembra com muita nostalgia desses cinco rapazes da foto acima. Eles formaram uma das bandas mais divertidas do Rock nacional, venderam milhões de copias em todo o Brasil e estiveram em praticamente em todos os programas de televisão daquela época. Estou falando dos Mamonas Assassinas. Quem nunca cantou ou se divertiu com os hits Vira-Vira, Pelados em Santos e Robocop Gay ?
 Banda formada em 1989 na cidade de Guarulhos, estado de São Paulo, a banda teve como primeiro nome Utopia, a qual fazia cover de diversas bandas de Rock em seus shows, mais ganhou fama por fazer parodias engraçadas e palhaçadas no palco, o qual conquistava o público. Lançou apenas um disco, A Formula do Sucesso, em 1992, o qual fracassou comercialmente. A formação dessa banda era composta por Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra, violão), Júlio Rasec (teclado, vocal e backing vocal), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria).Passaram até por situações constrangedoras, como serem expulsos de um estádio em sua cidade natal pelos dirigentes do local, que consideravam o nome e o som banda ruim, afirmando que não conquistariam sucesso.
 A sorte da banda começou a mudar, quando em um show em Guarulhos, o quinteto conheceu o produtor musical Rick Bonadio, a banda assinou contrato com a EMI em 1995, passou a se chamar dali então Mamonas Assassinas, conquistando rapidamente as paradas de sucesso no Brasil, aparecendo em dezenas de programas de televisão e lotando estádios por onde passavam. Inclusive fizeram um show em 1996, no mesmo estádio onde foram humilhados anos antes, sendo ovacionados pelo grande público presente.
 O estilo musical dos Mamonas Assassinas misturava o Rock com humor, sempre fazendo parodias de outros estilos musicais como o brega, o vira português, heavy metal, pagode, forró, ranxeira mexicana e forró, sempre com letras engraçadas, cheias de palavrões e expressões próprias, o qual conquistava de praticamente todas as faixas etárias, em especial crianças e adolescentes.
 Lançaram apenas um álbum, intitulado Mamonas Assassinas foi um tremendo sucesso entre 1995 e 1996, ficando meses em primeiro lugar nas paradas de sucesso em todo Brasil. Infelizmente no dia 02 de março de 1996, um trágico acidente de avião, tirou a vida de todos os integrantes da banda, causando uma enorme comoção em Guarulhos e em todos Brasil.
 Após a morte de todos os integrantes, foram lançados discos póstumos, com gravações ao vivo e inéditas, todos com bastante repercussão na mídia. O grande legado dos Mamonas assassinas além da mistura musical, das letras irreverentes, de usar fantasias nos shows, de conquistar um público de todas as idades, foi sem dúvida o carisma, o humor pastelão, a simplicidade, a originalidade e a honestidade que a banda trouxe ao público, seja nas apresentações ao vivo ou nos programas de televisão que apareciam, mesmo sendo meteórico, Mamonas Assassinas deixaram sua marca na História da música brasileira com suas molecagens. Para matar a saudades, abaixo está o álbum completo dos Mamonas Assassinas, par escutar e relembrar:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

INFORMATIVO ESPECIAL: VOLTA AS AULAS, MUSEU DA INFÂNCIA BRINCANDO COM AS MEMÓRIAS (EXPOSIÇÃO UNESC)


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Ano passado, o blog publicou um pequeno informativo mostrando um pouco do Museu da Infância, localizado nas dependências da UNESC em Criciúma, mostrando um pouco de sua História e objetivo, também falamos como entrar em contato para fazer visitas monitoradas, sendo um lugar de bastante nostalgia, História e alegria, sempre tendo novas exposições, tudo relacionado a infância.
 Nesse início de ano letivo de 2015, o Museu da Infância está com uma nova e divertida exposição, mostrando como eram o retorno as aulas de antigamente, mostrando objetos escolares (máquinas de escrever, Barsa, livros infantis, mimeógrafos, projetos de lâminas, globos etc), brinquedos antigos (três Marias, pandorgas, petecas, pião, bonecas), discos de vinil de estorinhas, trilha sonora de desenhos antigos (Jaspion, Disney, contos de fada, etc) e fitas VHS de filmes infantis (Tarzan  e outros clássicos da Disney) tudo criando um clima de nostalgia ao visitante. Confiram abaixo o vídeo mostrando um pouco dessa maravilhosa exposição:


 Para finalizar esse informativo, quero parabenizar a equipe do Museu da Infância pela exposição, está tudo muito bacana e divertido, é uma volta a um passado nostálgico demais, e dizer que o blog do Professor Andrio sempre que puder, estará fazendo informativos sobre as exposições que estiveram acontecendo no museu, é uma iniciativa maravilhosa da UNESC a toda sociedade sul catarinense.

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.
   

quinta-feira, 16 de abril de 2015

SRS ESPECIAL: APRESENTAÇÃO DO CTG UNIDOS DO SUL 1993 (VÍDEO)


Olá caros leitores tudo bem com vocês?

 Escrever sobre Santa Rosa do Sul é uma grande honra para mim, seja sobre fatos históricos, manifestações culturais, curiosidades ou cobrindo eventos recentes, sempre aprendo coisas novas e me surpreendo com o que visualizo, ouço  e leio quando estou realizando os informativos da coluna SRS Especial, talvez isso faz ser uma das mais especiais que escrevo no blog.
 Buscando um tema para escrever na coluna essa semana, acabo entrando na comunidade do Facebook Fotos Antigas e da Nossa Infância e Adolescência, me deparando com um vídeo bastante interessante, restaurado, editado e postado pelo dono da comunidade, Ariel Albino, a qual desde já mando um grande abraço e dou os parabéns pela maravilhosas iniciativa de divulgar esse belíssimo vídeo. Confiram abaixo o vídeo na integra:


 Esse vídeo trata-se de um momento histórico para o munícipio de Santa Rosa do Sul: a primeira missa rezada pelo padre José Alceu, filho dessa terra, realizada no dia 23 de maio de 1993, onde o CTG Unidos do Sul fez uma belíssima apresentação durante o Ofertório. 
Como é fácil notar, esse vídeo apresenta a forte influência cultural do Rio Grande do Sul no munícipio, devido estarmos pronta da fronteira com o estado vizinho, sendo muito comum ouvirmos músicas tradicionalistas ou de bandas de Pop Rock gaúchas e torcer pelos clubes de futebol gaúchos (Grêmio e Internacional), além disso podemos perceber como era a Igreja matriz há 20 anos atrás, além reconhecer pessoas bastante próximas, tornando-o um verdadeiro documento histórico, o qual merece ser visto e compartilhado por todos os sul santa-rosenses.

Um grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, tudo de bom, até a próxima.

POEMA: PROTEJA OS ANIMAIS


Eles são os melhores amigos das pessoas,
Protegem seus donos com unhas e dentes,
São afetuosos e recepcionam seus donos com muita alegria,
São os nosso animais de estimação,
Devemos retribuir todo amor e carinho,
Proteger eles de qualquer perigo e de maus-tratos,
Se você ver alguém maltratando animais,
Denuncie imediatamente as autoridades,
Caso não possa cuidar de seus animaizinhos, 
Doe a alguém que possa cuidar deles de verdade,
Não abandone nas rudas das cidades,
Não maltrate ou machuque,
Eles não tem culpa de suas frustrações,
Faça sua parte e proteja os animais.

Autor: Andrio Cardoso Pereira



quarta-feira, 15 de abril de 2015

CINE HISTÓRIA: XINGU (2012)


FICHA TÉCNICA

Título Original: Xingu
Duração: 102 min.
Ano: 2012
Diretores:  Cao Hamburger
País:  Brasil
Idiomas disponíveis e legendas: Português e Línguas Indígenas
Gênero: Aventura/ Drama Biográfico
Temática: Criação do Parque Nacional do Xingu/ Cultura dos Povos Indígenas Brasileiros  

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Os irmãos Orlando (Felipe Camargo), Cláudio (João Miguel) e Leonardo Villas Bôas (Caio Blat) resolvem trocar o conforto da vida na cidade grande pela aventura de viver nas matas. Para isso, resolvem se alistar no programa de expansão na região do Brasil central, incentivado pelo governo. Com enorme poder de persuasão e afinidade com os habitantes da floresta, os três se tornam referência nas relações com os povos indígenas, vivenciando incríveis experiências, entre elas a eterna conquista do Parque Nacional do Xingu.

COMENTÁRIO


 Grande sucesso do cinema nacional, dirigido por Cao HamburgerXingu retrata a incrível estória dos irmãos Villas-Bôas, que decidiram viver uma grande aventura: participar da expedição Roncador-Xingu, parte da marcha para o Oeste de Getúlio Vargas, na década de 40. Além disso, os Villas-Bôas se destacaram na defesa dos povos indígenas e ajudaram de forma efetiva para a criação do Parque Nacional do Xingu, na década de 60.
  Trazendo a tona uma estória pouco conhecida do público brasileiro, Xingu é um filme maravilhoso tanto pelo enredo como pelas belas paisagens do Alto Xingu, traçando o perfil psicológico dos irmãos Villas-Bôas e dos problemas que enfrentaram para conseguir salvar as tribos indígenas de massacres e das ambições do exército e de políticos corruptos.
  No aspecto de produção, Xingu é um filme econômico, sem exageros de computação gráfica, usando ao máximo as paisagens daquela região, tornando-o um belo espetáculo visual, juntamente com uma aventura emocionante, como está sendo de costume em nosso cinema atualmente, esse filme resgata a importância de personagens que estavam sendo esquecidos há décadas nos livros de História do Brasil. Assistam abaixo o filme na integra:


Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 14 de abril de 2015

LIVRO: VINTE MIL LÉGUAS SUBMARINAS- JÚLIO VERNE


Olá caros leitores tudo bem com vocês?

 Conhecido mundialmente por ser o precursor da ficção científica,  escritor francês Júlio Verne (1828-1905) escreveu romances de aventura que exaltavam os progressos científicos e tecnológicos de sua época, prevendo avanços que aconteceriam posteriormente, como o submarino, máquinas voadores, televisão e viagens pelo espaço, podendo ser sentido sua influência nos escritores até os dias de hoje.
 Publicado pela primeira vez em 1870, Vinte Mil Léguas Submarinas é uma das obras mais populares de Júlio Verne, que retrata as aventuras de um grupo organizado pela marinha estadunidense para caçar um suposto monstro que está atacando embarcações ao redor mundo, acabam descobrindo que se trata de uma gigante submarino chamado de Nautilus, criação do misterioso Capitão Nemo, acabando sendo prisioneiros dele, viajando pelos sete mares, vivenciando fantásticas aventuras.
 Ambientado no auge da Segunda Revolução Industrial, ocorrida em meados do século XIX, o livro explora com muito a questão de conhecimento científico e náutico da época, juntando com a imaginação e genialidade de Verne, apresentada uma aventura bastante movimentada, com personagens bastante carismáticos, mitos relacionados a monstros marinhos e a cidade lendária de Atlântida, mostra diversas partes do mundo, uma noção básica da funa e flora aquática dos sete mares e apresenta o surgimento de uma nova invenção: o submarino, que se tornaria realidade décadas depois, invenção que seria usada exaustivamente nas duas guerras mundiais e na exploração científica, sendo um livro visionária, que rendeu inúmeras adaptações cinematográficas, mostrando também a velha relação entre os homens e o mar, sendo muitas vezes de uma desesperada luta pela sobrevivência, uma das obras-primas da literatura universal.

Grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima. 

segunda-feira, 13 de abril de 2015

A MÚSICA E A HISTÓRIA:GERAÇÃO COCA COLA- LEGIÃO URBANA


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Banda formada em Brasília, liderada pelo grande poeta Renato Russo, a Legião Urbana foi um sucesso tremendo do Rock brasileiro nas décadas de 80 e 90, sempre fazendo um som que unia poesia romântica, letras politizadas e instrumental que mistura ritmos como o punk, new wave, folk, rock, reggae, ska e MPB, fazendo uma verdadeira legião de fãs até os dias de hoje.
 Lançada em 1985, Geração Coca Cola faz parte do primeiro álbum lançado pelo Legião Urbana, que tem o mesmo nome da banda, é uma irreverente alusão a juventude brasileira dos anos 80, que com o fim do Regime Militar, que estava disposta mudar o país, seja na questão educacional, política, ideológica, social, cultural, das leis, da religião, considerando-se o futuro do país e acabar com tudo aquilo que vem do exterior, tornando um hino de toda uma geração. Confiram abaixo um vídeo com essa música, prestem muita atenção na letra:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

domingo, 12 de abril de 2015

INFORMATIVO ESPECIAL: ARQUIVO PÚBLICO E MUSEU AO AR LIVRE PRINCESA ISABEL, ORLEANS


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 No último sábado (11/04), a turma da pós-graduação  História e a Cidade: Patrimônio Cultural e Ambiental da Unesc esteve fazendo uma visita de campo ao munícipio de Orleans, no campus da Unibave, onde fica localizado o arquivo histórico, onde podemos perceber na prática aquilo que estávamos vendo na disciplina História, Memória e Patrimônio, através de atividades bastante divertidas e práticas, organizados pelos professores Paulinho, Idemar Ghizzo e Tiago, com ajuda da museóloga (nossa colega de sala de aula) Valdirene.
 No primeiro momento conhecemos um pouco da História do arquivo, as exposições que estão ali dentro (caixas de fósforos, fotos, pinturas,etc) que foi idealizado pelo padre João Lenoir Dalla'Alba, além de ser relatada a importância desse religioso na historiográfica regional, foi apresentado o histórico da empresa colonizadora Grão-Pará, a qual constitui grande parte do acervo presente no arquivo, sendo que sua missão era nada mais explorar os dotes de casamentos que Dom Pedro II deu de casamento a Princesa Isabel e ao seu esposo, o conde D'Eu, colonizando toda aquela região e explorando-a de forma comercial.
 No segundo momento, fomos para a parte prática, conhecemos primeiramente os diversos tipos de documentos que fazem parte do acervo (cartas, decretos, mapas, crônicas, contabilidades, intimações, etc) , inclusive lemos e interpretamos esse material, logo após realizamos uma interessante atividade de preservação e conservação desses documentos, usando o papel japonês para retirar os rasgões que aparecem nos papéis, além de fazermos uma discussão sobre o que pode e não pode fazer quando se trata de preservação de arquivos, onde podemos ver na prática tudo aquilo que vimos em sala anteriormente. Confiram abaixo um vídeo mostrando um pouco das atividades que realizamos no arquivo em Orleans:


 Durante o intervalo entre a manhã e a tarde, aproveitado por ser no mesmo ambiente, conhecemos o belíssimo Museu ao Ar Livre Princesa Isabel, o qual recria através de cenários em tamanho real, a vida do colonizador, seja com sua religiosidade, trabalho, cultura, meios de transporte, jeito de decorar a casa, a vida no meio rural, as tecnologias (gigantescas rodas d'água, moendas de cana, pilões, destilarias, etc), diversão, tendo om grande açude recheado de peixes, lembrando uma cidade tipicamente colonial, tornando o passeio bastante divertido. Confirma um vídeo mostrando o museu, confiram:


 Tanto na visita e as atividades no arquivo como no descontraído passeio no museu, percebemos que o historiador além de ler as mais diversas fontes históricas, sejam elas bibliográficas, filmes, músicas, mapas, fotos e principalmente em documentos, ele deve preservar o material presente nos arquivos, pois ele são uma das fontes onde o historiador vai beber, além de ter uma noção bastante cautelosa de saber preservar para que as próximas gerações de historiadores possam usar esses documentos em suas pesquisas, usufruindo da melhor forma cada informação contida naquele material.
 Em nome de toda turma, queremos agradecer aos professores Paulinho, Idemar e Tiago pelo belíssimo trabalho desenvolvido com nós nesse sábado, a nossa colega Valdirene pela recepção calorosa e deixar parabéns a toda equipe do arquivo e museu pelo belíssimo trabalho que desenvolvem a tanto tempo, com toda certeza, merece nosso reconhecimento,o arquivo está aberto a todos historiadores e o museu aberto ao público, inclusive com visitas monitoradas.

Grande abraço a todos, BOA SEMANA, até a próxima.

AUTORES DESSE INFORMATIVO

Andrio
Paulo Sérgio
Tiago
Idemar
Valdirene
Andressa
Rosana
Diego
Macsuel
Rogério
Taciana
Fabíola
Paola
Júlia
Michele
Caroline
Catrine
Taise
Rodrigo
Raphael
Angela
Deividi
Juliana
Mireli
Isadora

sexta-feira, 10 de abril de 2015

RETRÔ: PAC MAN


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Criado em 1980 por Tohru Iwatani para empresa japonesa de videogames Namco,  Pac Man (em japonês  Pakkuman ou パックマン ) é um dos games mais populares de todos os tempos, foi lançado inicialmente para os fliperamas, tornando uma verdadeira febre, chegando até os dias de hoje, com uma imensa popularidade que o transformou num clássico. Foi inspirado totalmente num personagem comilão da mitologia japonesa, o Paku.  
 Além de gráficos bastante rudimentares, o enredo do jogo original é bastante simples: você controla a cabeça de um boneco amarelo, que entra num imenso labirinto, com objetivo de comer todas as pastilhas que lá estão e fugir de fantasmas que o perseguem implacavelmente. Porém no labirinto a quatro bolachões, os quais você pode perseguir e devorar os fantasmas por um curto período de tempo.Logicamente, cada fase que passa o nível de dificuldade aumenta cada vez mais, tornando o jogo interessante.
 Com o passar do tempo e com o sucesso, Pac Man ganhou diversas versões para os mais variados consoles de videogame (Atari, Nintendo, Mega Drive, PC, etc) e incontáveis continuações, algumas saindo do enredo no labirinto, sendo mais próximo do RPG, dos jogos de aventura e até participando de games de luta como Street Fighter X Tekken de maneira bastante engraçada. Abaixo assistam um vídeo mostrando um pouco das versões mais conhecidas do Pac Man:



O sucesso do Pac Man (no Brasil popularmente conhecido por Come-Come) fez que ele virasse diversos produtos no Japão e nos Estados Unidos, como guloseimas, camisas, bonecos, personagens de revistas em quadrinhos e até séries em desenho animado, uma feita pela Hannah-Barbera nos anos 80, e outra feita recentemente chamada Pac Man e as Aventuras Fantasmagóricas
Jogar um game como Pac Man é sempre sinônimo de nostalgia e boas lembranças, pois é um jogo que remete um clima muito legal e divertido de um tempo que não volta mais, por isso é tão prazeroso jogar, tornando-o o sucesso dele atemporal. Espero que tenham matado a saudades desse game maravilhoso, e quem nunca jogou, procure na internet, tem inúmeras versões disponíveis para jogar e divirtam com o maior clássico do mundo do videogame de todos os tempos.

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.

quinta-feira, 9 de abril de 2015

SRS ESPECIAL: SEMANA SANTA EM SANTA ROSA DO SUL


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Como acontece na grande maioria das cidades do interior brasileiro, Santa Rosa do Sul consegue preservar algumas antigas tradições, mesmo com a passagem do tempo e as mudanças de comportamento, principalmente as principais festas do calendário católico (Natal, Corpus Christi, Semana Santa, etc), mostrando um pouco das origens culturais do munícipio e dos costumes religiosos, havendo muitas peculiaridades, mesmo seguindo uma liturgia de caráter universal.
 Assim como em outras datas festivas, a Semana Santa (Páscoa) é celebrada com bastante intensidade em Santa Rosa do Sul, tendo grande participação popular, iniciando no Domingo de Ramos, data que lembra a entrada triunfal de Jesus na cidade de Jerusalém, havendo uma procissão pelas ruas da cidade, reunindo centenas de fiéis, abrindo de forma festiva a Semana da Páscoa. Nos dias seguintes (segunda, terça e quarta), acontecem celebrações comunitárias e individuais de confissão, cada dia sendo especificamente para faixa etária (juventude, casais e idosos), no motivo para preparar as pessoas para a Páscoa.
 Na Quinta-Feira Santa, primeiro dia do Tríduo Pascal, aconteceu uma missa, dividida em dois momentos muito importantes: o primeiro, ritual do Lava-Pés que lembra quando Jesus lavou os pés dos discípulos, simbolizando a limpeza da "sujeira" dos corações, havendo a representação dos doze apóstolos, os quais o padre (representando Jesus), realiza o mesmo ato, e a Última Ceia, simbolizando a instituição da Eucaristia, sendo um momento muito festivo, mas também de despedida. No segundo momento da celebração, mudando para um tom mais melancólico, inicia a Vigília Pascal, que simboliza a agonia de Cristo no Jardim das Oliveiras, antes de  ser preso, momento silencioso e de muita oração, estendendo até o meio-dia da Sexta-Feira Santa, havendo participações de vários grupos e setores pastorais, que revezam em horários de uma hora cada um, sendo um momento bastante especial.
 Depois do momento da vigília, mais especificamente no meio da tarde, aconteceu a missa que relembra todo sofrimento passado por Jesus em sua Paixão e Morte, sendo um momento também de oração e de silêncio, encerrando de forma melancólica. Na parte da noite, aconteceu uma belíssima encenação A Paixão e Morte de Jesus, sendo encenado pela juventude de Santa Rosa de Sul, o qual organiza o espetáculo, percorrendo as principais ruas da cidade, havendo momentos de paradas, para representar todas as estações da Via Sacra, usando de trilha sonora de filmes épicos (Ben Hur, Reis dos Reis, A Paixão de Cristo), efeitos sonoros, figurino, efeitos de luzes e música emocionando a todos com um espetáculo de grande beleza e apresentando o sacrifício de Cristo na cruz para salvar a humanidade, encerrando com a procissão do Senhor Morto ao redor da Igreja Matriz, culminando com o sepultamento, sendo todas as luzes desligadas.
 Na tarde de Sábado de Aleluia, na praça Frei Raimundo Simonetto (Igreja Matriz), aconteceu um momento de recreação especial para as crianças, havendo brinquedos e distribuição de doces, fazendo a alegria de centenas de crianças, com todo aquele clima festivo de Páscoa, sendo organizado pelo CDL de Santa Rosa do Sul, o qual sempre esta´presente em todas datas festivas da cidade, fazendo parte da cultura sul santarosense.
  Voltando  ao clima de vígila, porém de esperança e alegria, a noite do Sábado de Aleluia iniciou com o ritual do ascendimento do Círio Pascal na rua, que representa as cinco chagas de Cristo e a sua ressurreição, que ascendeu as velas dos fiéis conforme foi entrando dentro da igreja, estando com as luzes todas apagadas, sendo aos poucos iluminadas por todas as velas, representando a vitória da luz (Jesus) sobre as trevas. Essa cerimônia também é conhecida como da Luz ou do Fogo. Logo após essa cerimônia, inicia a missa solene, havendo  leituras de textos bíblicos que resumem a História da salvação,  a anunciação da Ressurreição de Jesus, a liturgia batismal com renovação das promessas do Batismo (sendo novamente as velas acessas) e a Eucaristia, encerrando assim o Tríduo Pascal. Durante a missa, foram usados slides em um telão, mostrando momentos bíblicos, principalmente da Ressurreição, sendo momentos interessantes, devido a presença de novas tecnologias na liturgia da missa, mostrando o quanto a Páscoa é atual e se renova com o passar do tempo.
 Logicamente no domingo de Páscoa, aconteceu as missas em celebrativas de Páscoa em todas as comunidades, com toda liturgia especial, sendo que cada comunidade comemora conforme seus costumes, algumas tendo encenações da Ressurreição de Jesus, logo após todos vão para casa ou saem para celebrar com suas famílias ou amigos, tudo conforme a cultura de cada família, sendo momentos de muita alegria, reencontros e muita diversão.
 Sendo uma festa cheia de simbolismos, costumes e muito sentimento, a Páscoa é uma festa muito importante no calendário cristão em todo mundo, em Santa Rosa do Sul não é diferente, temos um jeito bastante especial de comemorar esse período, seja nas missas especiais, nas encenações ou nos rituais, que continuam vivos e passados de geração para geração, incorporando as novas tecnologias, fazendo parte de nossa cultura, além de ser um momentos de reencontrar amigos e de muita alegria. Assistam abaixo um vídeo com imagens da Semana Santa em nosso munícipio:



 Para encerrar esse informativo bastante especial, quero agradecer equipe da Paróquia Santa Rosa de Lima, em especial a figura da Bruna Tristão e principalmente ao padre Sidnei Vitalli, por autorizar a cobrir tudo que aconteceu durante a Semana Santa, MUITO OBRIGADO, foi sem dúvida momentos de grande aprendizagem para mim tanto na questão profissional e pessoal. Também não posso deixar de agradecer ao pessoal do CDL de Santa Rosa do Sul por autorizar fotografar a festa organizada por eles durante ao sábado e também a todo povo que me apoiou, deu sugestões, participou ativamente quando colocava fotos dos eventos durante a Páscoa nas redes sociais, MUITO OBRIGADO A TODOS.

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.
     

POEMA: SEGREDINHO PARA O SUCESSO


Eu, psiu, quer ser feliz?
Segue as dicas abaixo:
Siga seu coração,
Não vá atrás de opiniões alheias,
Esforce-se para vencer todas as dificuldades,
Faça das derrotas exemplos para evitar erros,
Não fazer o passado um motivo para desistir,
Seguir sempre em frente,
E seja muito feliz.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

quarta-feira, 8 de abril de 2015

CINE HISTÓRIA: NOSFERATU (1922)



FICHA TÉCNICA

Título Original Nosferatu, Eine Symphonie des Grauens
Duração: 94 min.
Ano: 1922
Diretor: Frederich Willhen Murnau
País:  Alemanha
Idiomas disponíveis e legendas: Alemão (mudo) e Português
Gênero: Terror/ Fantasia/ Aventura/ Drama
Temática: Romantismo/ Mitologia/ Lenda de Vampiros  

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Hutter (Gustav von Wangenheim), agente imobiliário, viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock (Max Schreck), que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen (Greta Schröder), a esposa de Hutter, pois Orlock está atraído por ela.

COMENTÁRIO

 Inspirado no celebre romance Drácula escrito por Bram Stoker, Nosferatu é um dos maiores clássicos do cinema mudo, dirigido pelo mestre da escola expressionista alemã, F. W. Murnau. Os nomes dos personagens foram alterados, devido uma proibição judicial feita pelos herdeiros de Stoker.
 Ambientado na Alemanha do século XIX, o filme segue a risca a trama do livro, apresentando a eterna luta do bem contra o mal, usando de intensos jogos de luzes e sombras, da maquiagem pesada e da expressão facial, características do expressionismo alemão, dando um ar fantasmagórico da obra.
 Mesmo realizado em uma época com poucos recursos cênicos, Nosferatu impressiona pela caracterização do monstro, interpretado pelo ator alemão Max Schreck, o qual tem um visual sombrio e assustador, consegue assustar o expectador, sendo o primeiro ator a encarnar um vampiro na História do cinema.
 Como todo grande clássico, a produção de Nosferatu é cheio de lendas, uma das mais conhecidas é que Murnau contratou Max Schreck para interpretar o Conde Orlock era de fato um vampiro, dando mais veracidade a obra. Essas lendas renderam o filme A Sombra do Vampiro (2001) dirigido E. Elias Merhige, o qual retrata os bastidores dessa produção cinematográfica.
 O diretor alemão Werner Herzog  realizou uma refilmagem colorida e sonora de Nosferatu em 1979, com a participação dos consagrados atores europeus Bruno Ganz, Isabelle Adjani e Klaus Kinski, o qual interpretou o vampiro. Nessa versão, os nomes dos personagens são os mesmos do livro Drácula, com um final totalmente diferente e surpreendente.
 Nosferatu é um filme obrigatório aos fãs do cinema clássico, pode ser encontrado facilmente na integra em diversos sites de domínio público e no próprio Youtube, sendo aquele que criou um dos subgêneros mais populares do cinema de terror, as estórias de vampiros. Confiram abaixo o filme na integra e legendado em português:



Grande abraço, BOA SESSÃO, ate a próxima.

terça-feira, 7 de abril de 2015

LIVRO: ILÍADA E ODISSEIA- HOMERO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Grande poeta do mundo grego, Homero (928 a.c. - 898 a.c.) foi responsável por fundar o gênero épico no ocidente, unindo fatos históricos, cultura grega e antigos mitos, influenciando incontáveis poetas com o passar dos séculos em diversas parte do mundo, apesar de existir poucas informações sobre sua vida, sabemos apenas são suas duas obras principais que ficaram para a posterioridade: Ilíada e Odisséia.
 Ambos publicados no século VIII a.c., Ilíada e Odisséia narram episódios mitológicos e históricos acontecidos na Grécia Antiga, principalmente a Guerra de Tróia, conflito ocorrido entre 1300 a.c e 1200 a.c., protagonizado pelos helenos (gregos) e troianos (turcos), causada pelo rapto de Helena, feito pelo príncipe troiano Paris, que ficou loucamente apaixonado pela rainha quando fora a uma viagem diplomática a Esparta, tendo a louca idéia de rapta-la, enfurecendo o rei Menelau, que uniu todas cidades-estados gregas, e partiram numa missão de guerra em território troiano, em busca de sua amada, durando dez longos anos, culminando na vitória dos helenos e culminando na destruição total de Tróia.
 Contando um pequeno episódio ocorrido no último ano da Guerra de Tróia, Ilíada conta a fúria do herói grego Aquiles, que se retirou temporariamente dos combates, graças a divergências com Agamenon, chefe do exército grego, mas retorna para vingar-se da morte de seu melhor amigo, Pátroclo, entrando em um duelo mortal e feroz com Heitor, um dos maiores heróis de exército troiano, filho do rei Príamo de Troia.
 Sendo uma continuação do poema anterior, Odisséia narra aventuras de Odisseu (Ulisses), herói grego da Guerra de Tróia, que enfrenta a fúrias dos deuses, monstros mitológicos, bruxas, terras desconhecidas durante sua longa viagem de volta para Itaca, sua terra natal, onde terá que enfrentar uma violenta batalha contra homens ambiciosos que pretendem tomar seu reino e sua esposa Penélope, acreditando que ele estaria morto e jamais retornaria.
 Mesmo sendo obras recheadas de aventura, batalhas e fantasia, Ilíada e Odisséia mostram a mentalidade dos gregos na Antiguidade, apresentando suas crenças, tabus, conflitos existenciais, a linha entre a glória e o fracasso, sua mitologia, a luta entre as forças do bem e do mal, cultura, comportamento em campo de batalha, explicação dos fenômenos da natureza através dos mitos, a defesa de território, as intrigas palacianas, enfim, são poemas que refletem toda uma época e foi modelo para diversas outras obras com o passar do tempo, sendo considerados os maiores clássicos da literatura mundial.

Grane abraço, BOA LEITURA, até a próxima.     

segunda-feira, 6 de abril de 2015

A MÚSICA E A HISTÓRIA: COVARDIA- MIRO SALDANHA


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Nova revelação da música nativista gaúcha, Miro Saldanha vem se destacando por trazer músicas de autoria própria e regravações de grande clássicos gauchescos de maneira bastante diferente, misturando ritmos do sul brasileiro com ritmos latino americanos e letras que falam sobre a cultura gaúcha, família, amor, lenda valores éticos e fortes críticas sociais com muita emotividade e poesia, sendo suas marcas registradas.
 Lançada em 2013, Covardia faz parte do álbum Mescla Latina, sendo uma letra poética e realista, a qual Miro Saldanha fala dos problemas sociais das grandes cidades da América Latina, principalmente do Brasil, como a pobreza, a fome, a violência, o preconceito, o descaso do poder público e de alguns grupos de pessoas mais abastadas com os necessitados, chegando ao ponto que roubos, abuso de poder, homicídios de crianças, crianças sendo exploradas ou pedindo esmola de rua e crimes tornaram-se rotina dos grandes centros da América Latina. Confirma abaixo um vídeo com essa canção, prestem atenção na letra:


Grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.  

domingo, 5 de abril de 2015

ESPECIAL DE PÁSCOA BLOG DO PROFESSOR ANDRIO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Para celebrarmos de forma festiva e alegre a Páscoa, o Blog do Professor Andrio apresenta hoje um poema de minha autoria, a famosa música Coelhinho da Páscoa tocada pela turma da Galinha Pintadinha, e o clássico desenho Coelhinhos Engraçadinhos da Disney que retrata toda a mitologia do Coelho da Páscoa, tudo com a intenção de desejar a todos leitores, FELIZ PÁSCOA, confiram abaixo:


FELIZ PÁSCOA

Páscoa é a vitória da vida,
Ser caridoso com as pessoas que sofrem,
Lutar contra a opressão,
Respeitar o próximo e ser humilde,
Não tremer diante das trevas, pois sempre a luz aparecerá,
Sepultar aquilo que faz mal a você,
Ressurgir das cinzas, uma nova pessoa,
Anunciar que o bem venceu o mal,
Quero desejar a você, FELIZ PÁSCOA,
Que a luz do Cristo vivo ilumine tua vida.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

COELHINHO DA PÁSCOA- GALINHA PINTADINHA



COELHINHOS ENGRAÇADINHOS


Grande abraço, BOA SEMANA, FELIZ PÁSCOA, até a próxima.