sexta-feira, 31 de outubro de 2014

INFORMATIVO ESPECIAL: HALLOWEEN


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 No calendário de datas comemorativas tanto a nacional como a de inúmeros países, as festas são momentos bastante esperados por todos, muitas delas são bastante especiais e características bastante peculiares, como o Halloween, que é bastante popular em países de língua inglesa, como os Estados Unidos e Reino Unido, mas uma pergunta surge quando se fala nesse assunto: de onde surgiu essa festa e qual o verdadeiro sentido?
 Remetendo as antigas tradições dos povos celtas que viviam nas ilhas britânicas (Reino Unido) e na Gália (França)entre 600 a.c. e 800 d.c, o Halloween na sua origem pagã era uma festa dedicada aos mortos e a deusa YuuByeol (deusa da perfeição para os celtas), marcando o fim do verão, sendo chamada na língua celta de Samhain, não fazia alusão alguma as bruxas e nem com o mal.
 Com a difusão do cristianismo e a invasão dos romanos nas ilhas britânicas, o Samhain começou a ganhar elementos cristãos, sendo celebrado no dia 31 de outubro, antecedendo o Dia de Todos o Santos (01/11) e Dia dos Finados (02/11), sendo uma especie de vigília em preparação a essas datas, surgindo os termos All Hallowed Eve e "All Hallow Een", sendo daí que originou a palavra Halloween, que inglês significa Vígila de Todos os Santos.
 Somente no período medieval, o Halloween foi ganhando elementos de diversas culturas europeias, graças ao flagelos da peste negra e peste bubônica, criou-se um clima de terror, medo da morte, originando encenações, decorações macabras (morcegos, aranhas, etc), pessoas se fantasiavam de monstros, demônios, de personalidades já mortas e outras figuras mitológicas, próximas aos cemitérios durante as comemorações do 31 de outubro ao 02 de novembro.
 Também foi na Idade Média, mas precisamente na Inglaterra, surgiu o bolo das almas, tradição o qual as crianças iam de casa em casa pedindo bolo e rezando uma oração para o dono da casa se ele desse um pedaço para elas, caso contrário elas fariam uma travessura, surgindo daí a famosa expressão doces ou travessuras, a qual é usada até os dias de hoje na festa de Halloween.
 Graças as violentas guerras entre protestantes e católicos na Inglaterra ocorrida entre os séculos XVI e XVIII, surgiu a figura da bruxa, uma representação preconceituosa dos povos pagãos, sendo atribuídas a elas trazerem todos os tipos de males, e muitas pessoas foram acusadas de bruxaria e executadas, gerando um clima de caça as bruxas. Possivelmente foi daí que entra a figura da bruxa na festa, sendo que na crença cristã europeia, o dia 31 de outubro, era o dia que elas estavam a soltas, podendo causar males, por isso a noite daquele dia era um dia para ficar em vigília, em oração, para que as bruxas não fizessem mal a ninguém.
 Com o passar do tempo, o Halloween começou a ganhar traços mais cômicos, especialmente quando essa chegou nos Estados Unidos, ganhando os elementos que tem até hoje, como as aboboras com carinhas assustadoras, as crianças fantasiadas pedindo doces, festas a fantasia, sessão de filmes de terror, enfim uma verdadeira festa popular, a qual se espalhou pelo mundo, chegando inclusive até no Brasil, sendo celebrado principalmente em escolas espalhadas pelo país, especialmente as de ensino de língua inglesa, sendo uma verdadeira FESTA DE ARREPIAR.  

Um grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA.       
  

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

SRS ESPECIAL: HINO MUNICIPAL DE SANTA ROSA DO SUL


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?




 Feito pela ANDRIOFILMES, o vídeo acima é uma homenagem a Santa Rosa do Sul, como fotos mostrando um pouco dos vários aspectos do nosso município, ao som do hino municipal, feito com muita simplicidade e carinho por essa terra que me acolheu. Abaixo deixarei a letra do hino para todos acompanharem:

   Hino de Santa Rosa do Sul

Entre a Serra e a Lagoa majestosa,
Sempre airosa, leal e feliz,
És o berço desta gente valorosa
Que orgulha o nosso País!
Da tua Santa Padroeira tens o nome
E a proteção do teu céu que é mais azul,

Terra abençoada!
Cidade amada!
Minha Santa Rosa do Sul!

Terra abençoada!
Cidade amada!
Minha Santa Rosa do Sul!

Santa Rosa do Sul,
Minha terra!
Teu passado vive ainda na memória
Do teu povo altivo e ordeiro,
Que altaneiro te cobre de glórias!

Santa Rosa do Sul,
Minha terra!
Tão graciosa, elegante e gentil...

Terra abençoada!
Cidade amada!
Pedacinho do nosso Brasil!

Terra abençoada!
Cidade amada!
Pedacinho do nosso Brasil!

Foram três os "Alfredos" que um dia
A esta terra bendita chegaram
Com esperança, com fé e harmonia,
Seu futuro de glórias traçaram.
Denodada, pujante e altiva...
São teus filhos que dizem com ardor:

Terra abençoada!
Cidade amada!
Santa Rosa do Sul,
Meu amor!

Terra abençoada!
Cidade amada!
Santa Rosa do Sul, meu amor!

Santa Rosa do Sul
Minha terra!
Teu passado vive ainda na memória
Do teu povo altivo e ordeiro,
Que altaneiro te cobre de glórias!

Santa Rosa do Sul,
Minha Terra!
Tão graciosa, elegante e gentil...

Terra abençoada!
Cidade amada!
Pedacinho do nosso Brasil!

Terra abençoada!
Cidade amada!
Pedacinho do nosso Brasil!

 Escrito e musicado por Antônio N. Vignali e Adão Vignali, o hino municipal exalta a História, cultura, a terra, as belezas naturais e ao povo desse município, de forma poética colocando Santa Rosa do Sul geograficamente no mapa do Brasil.
 Executado em festas municipais e ocasiões especiais, o hino municipal é um símbolo que mostra a grandiosidade cultural e histórica de Santa Rosa do Sul, além de ser uma canção muito bonita e ter uma letra de fácil apelo popular. 
 Para encerrar, gostaria de deixar o convite a todos para conhecerem o nosso hino municipal, divulgarem a todos amigos e familiares, não pode ficar oculto, deixo também aberto quem quiser divulgar o vídeo que fiz a acima, fiquem a vontade, quando mais pessoas saberem que existe, melhor, pois isso faz parte da cultura e da identidade do povo Santa Rosa do Sul.

Um grande abraço a todos, até a próxima.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

CINE HISTÓRIA: O EGÍPCIO (1954)


FICHA TÉCNICA

Título Original The Egyptian 
Duração: 140 min.
Ano: 1954
Diretor: Michael Curtiz 
País:  Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português
Gênero: Épico/ Aventura/  Drama Histórico
Temática: Egito Antigo

SINOPSE (Fonte: Interfilmes)

Nos tempos da décima oitava dinastia do Egito, Sinuhe (Edmund Purdom), um pobre órfão, torna-se um brilhante médico. Junto a seu amigo Horemheb (Victor Mature) ele é apontado para servir ao novo Faraó. Vivendo na corte, Sinuhe começa a perceber coincidências entre acontecimentos que marcaram as dinastias faraônicas e tragédias que marcaram sua própria vida. Cada vez mais absorto pelas intrigas da corte, ele passa a conhecer bizarros segredos de seus governantes e muitas respostas para perguntas que ele carregou consigo durante toda a sua vida.

COMENTÁRIO

Obra prima do escritor Mika Waltary, ganhou as telas do cinema num clássico filme sobre a civilização egípcia do nordeste da África. Uma obra que pode preencher em muitos requisitos a exploração sobre costumes, mitos do Egito Antigo.
Através do filme o expectador poderá fazer uma analise sob diversos ângulos, tais como, a organização social egípcia, traçando um paralelo entre as condições de vida do povo, dos nobres e da classe influente dos ricos mercadores que viviam no país. A questão da prostituição, através do aluguel de belas mulheres provenientes de outras regiões do Oriente Médio, no caso especifico da Mesopotâmia (atual Iraque).
A vida na corte do Faraó e suas intrigas palacianas. A luta pelo poder, traições, assassinatos e mortes, bem como, a preocupação com a morte e a vida do além-túmulo.
Analisar a importância das profissões como meio de mobilidade social, como no caso do personagem central da trama: Sinueh. O trabalho como médico cirurgião, que o fez popular entre o povo simples e no palácio do Faraó. Suas reflexões sobre a vida, o amor, a morte e a luta desenfreada dos homens pelo poder.
O destaque da analise pode também, ser focado na “reforma religiosa” de Amenófis IV, historicamente conhecido como Akhenaton, que fechou os templos dedicados as diversas divindades do Egito Antigo, uma crença e adoração num “deus único”, “Aton”, o Sol, promovendo talvez, a primeira “revolução monoteísta” da História religiosa no mundo.
Outro aspecto que pode ser abordado é a transferência da capital do império de Tebas para Amanna, cuja construção foi realizada como utilização de tijolos, caso único na História do Egito Antigo, quando se tratava da edificação de prédios públicos, tais como, templos, presídios, etc.
É possível abrir discussão sobre a importância da profissão de médico cirurgião no Egito Antigo, bem como, a utilização de métodos para resolver problemas relacionados à fraturas e outros males que afligiam os cidadãos comuns. O clima e o relevo dos locais onde se desenvolve o enredo também favorecem o conhecimento geográfico. Cabe ao profissional de História abrir espaço para outras abordagens.


Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima

terça-feira, 28 de outubro de 2014

LIVRO: INCIDENTE EM ANTARES- ÉRICO VERÍSSIMO


Olá caros leitores tudo bem com vocês?

 O escritor gaúcho Érico Veríssimo (1905-1975) é um dos escritores mais populares da literatura brasileira de todos os tempos. Entre suas obras mais conhecidas estão Clarissa, Olhai os Lírios do Campo, Caminhos Cruzados e principalmente, a trilogia O Tempo e o Vento, sua grande obra-prima a qual o imortalizou, e foram traduzidos para diversas línguas em todo o mundo.
 Publicado em 1971, Incidente em Antares é o último romance publicado por Érico Veríssimo, o qual é conhecido por misturar realidade com fantástico e crítica social com humor, trilhando pela escola literária do Realismo Mágico (criado por escritores latinos como Gabriel Garcia Marquez, Julio Cortázar e muitos outros), saindo do tom épico e lírico de sua obra literária. 
 Ambientado na década de 60, a trama se passa em uma cidade do interior Rio Grande do Sul, onde após uma greve geral, os mortos ressuscitam e passam a vagar pela cidade, vasculhando a vida das pessoas e parentes, podendo criticar e fazer todas as suas vontades, sem sentir medo de represálias, devido a condição de não pertencer ao mundo dos vivos, ou em outras palavras, são fantasmas protestando contra as injustiças feita pelos moradores da cidade.
 Apesar da trama se passar um ano antes do golpe que desencadeou a Ditadura Militar no Brasil, o clima de intensa agitação política, de insatisfação popular, o medo da classe política conservadora de um golpe comunista na época, a violenta repressão policial e o jogo político de duas facções que acompanham as oscilações políticas de nível nacional, são panos de fundo desse livro engraçado e muito interessante, um clássico de "outro mundo" e da literatura brasileira.

um grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima.
    

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: WHAT A WONDERFUL WORLD- LOUIS AMSTRONG


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Essa vídeo tradução apresenta uma das canções mais belas feitas pelo cantor e músico estadunidense Louis Amstrong, o grande rei do Jazz. Feita no fim dos anos 60, numa época em que a luta pelos direitos civis e sociais nos Estados Unidos estavam em pleno vapor, essa música fala das coisas belas da vida, como o amor, refletindo no clima pacifista presente naquela época,  transformando-a num verdadeiro clássico do Jazz.


Vídeo feito por mim, um grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

domingo, 26 de outubro de 2014

POEMA: HERÓI


Não seja marginal,
Seja herói,
Mas verdadeiro,
Não de ficção.

Autor Andrio Cardoso Pereira

sábado, 25 de outubro de 2014

SRS ESPECIAL: CINE AREÃO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

  Aconteceu na tarde de hoje (25/10) no Salão Paroquial em Santa Rosa do Sul um evento bastante diferente e divertido, que animou a juventude de nossa cidade, foi o Cine Areão, organizado pela escola João dos Santos Areão, trazendo filmes feitos pelos alunos do Ensino Médio, todos feitos de forma criativa, emocionante e bastante engraçada, revelando grandes talentos cinematográficos de nosso município, sendo um momento especial para todos.
 Durante esse evento forma exibidos cinco curta-metragens produzidos e protagonizados pelos alunos do Ensino Médio, os quais aprenderam a editar, a filmar e produzir  os filmes da forma mais criativa e conforme as matérias aprendidas nas disciplinas escolares, colocando no enredo das obras cinematográficas produzidas, tornando-as em filmes educativos.
 A abertura do evento começou com uma belíssima apresentação musical feita pelo alunos, o qual fizeram uma paródia da música  Rolling in the Deep, da cantora britânica Adele, contando a estória do livro Vidas Secas de Graciliano Ramos, falando sobre o contexto histórico e social da obra, a seca do nordeste e a vida dos retirantes nordestinos.
 Logo em seguido iniciou a exibição dos cinco curtas, todos sendo avaliados por um juri especializado e pelo juri popular, que definiram os vencedores dessa primeira edição do Cine Areão, sendo que todos os filmes ficaram bem legais, chegaram ao objetivo principal e trouxe momentos de bastante confraternização, animação e de amizade. Confira abaixo os nomes e do que se tratam os filmes apresentados:

A Moreninha, produzido pelo 2º ano 01, é uma adaptação contemporânea da obra A Moreninha, escrita por Joaquim Manuel Macedo e publicada em 1844. Gênero: Romance

Perfídia, produzido pelo 2º ano 2, é uma adaptação do poema Quociente e Incógnita escrito por Millôr Fernandes. A Palavra perfídia significa enganação. Gênero: Drama

O Fenômeno Solar, produzido pelo 3º ano 2, foi baseado em um estudo científico de pesquisadoras catarinenses sobre as explosões solares. Gênero: Suspense e Ficção Científica

Vanguardas, produzido  pelo 3º ano 1, foi baseado em acontecimentos históricos e artísticos ocorridos no Brasil no início do século XX, como a Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo. Gênero: Épico

93 Milhões de Milhas, produzido pelo 3º ano 3, é uma adaptação da música 93 Million Miles, do cantor estadunidense Jason Mraz.  Gênero: Drama.

 Após a exibição dos filmes, as notas dos jurados e do público foram somados, enquanto não saia quem foram os vencedores do festival, foi apresentado o curta A Arte de Ser Humano, feito pelo autor desse blog, sendo a primeira vez que esse filme foi apresentado ao público de Santa Rosa do Sul, sendo uma grande alegria poder exibir um trabalho o qual tenho muito orgulho de ter feito. Logo depois  dessa exibição especial, forma revelados os vencedores, que foram:

1º lugar: O Fenômeno Solar
2º lugar: Perfídia
3º lugar: Vanguardas
4º lugar: 93 Milhões de Milhas
5º lugar: A Moreninha

Independente de quem ficou em primeiro ou em último, todos os filmes estavam maravilhosos e muito divertidos, quero parabenizar a todos os alunos, direção da escola e a todos que uma forma de outra ajudaram na realização desse evento que mostrou a força da cultura sul santarosense e torço para que esse evento cresça cada vez mais. Confirma as fotos do evento abaixo: 































Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.
    

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

POEMA: SOMOS A PRÓPRIA HISTÓRIA


Grandes impérios desabam,
Novas civilizações surgem,
Ciência progredindo cada dia mais,
Surgem líderes bondosos e cruéis,
Pessoas se destacam na arte, esporte e filosofia,
Movimentos culturais vem e vão como ondas do mar,
Eventos climáticos mudam a vida das pessoas,
Guerras são criadas por pessoas dementes,
Inocentes sofrem com os horrores da opressão,
Populares lutam pela liberdade,
Pessoas comuns participam do processo histórico,
Eu, você, todos nós,
Não existe exceção,
Somos influenciados pelos fatos históricos,
De forma positiva ou negativo, de longe ou de perto,
Somos a própria História.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

UM BOM FIM DE SEMANA, ATÉ A PRÓXIMA.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

POEMA: A ARTE DE SER HUMANO


Homens criam máquinas maravilhosas,
Fazem obras-primas de seus devaneios e inspirações pessoais,
Compõem músicas que enlouquecem a juventude,
 Inventam o caos, mas também escrevem discursos a favor da paz,
No esporte deixam suas marcas gravadas na memória,
Transformam um quadro branco em pintura num passe de mágica,
Viajam pelo espaço sideral,
Divertem-se com fotografias em movimento,
Seus pensamentos viram regras de vida para muitos,
Enfim, ele faz sua existência ter sentido,
Ser UMA ARTE.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

O poema acima foi escrito em 2009, na intenção de se transformar em um curta metragem para aula de História da Arte, na época em que eu estava fazendo minha graduação na Unisul em Araranguá, no intuito de apresentar no saguão da universidade para todos os acadêmicos. Contendo 12 minutos, o curta contém vídeos históricos, pinturas e fotografias contemplando cada verso do poema, tudo acompanhado com músicas clássicas, no intuito de mostrar a relação da arte com a História, cultura, esporte e com a vida de cada ser humano, o qual pretendo quinta feira que vem fazer uma análise bem detalhada aqui no blog, NÃO PERCAM.

Grande abraço, ATÉ A PRÓXIMA.










quarta-feira, 22 de outubro de 2014

CINE HISTÓRIA: DANTON, O PROCESSO DA REVOLUÇÃO (1982)


FICHA TÉCNICA

Título Original Danton
Duração: 130 min.
Ano: 1982
Diretor: Andrzej Wajda 
País:  Polônia/ França
Idiomas disponíveis e legendas: Francês e Português
Gênero: Épico/ Drama Histórico
Temática: Revolução Francesa 

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Na primavera de 1794, Danton (Gérard Depardieu) retorna a Paris e constata que o Comitê de Segurança, sob a incitação de Robespierre (Wojciech Pszoniak), inicia várias execuções em massa. O povo, que já passava fome, agora vive um medo constante, pois qualquer coisa que desagrade o poder é considerado um ato contra-revolucionário. Nem mesmo Danton, um dos líderes da Revolução Francesa, deixa de ser acusado. Os mesmos revolucionários que promulgaram a Declaração de Direitos do Homem implantaram agora um regime onde o terror impera. Confiando no apoio popular, Danton entra em choque com Robespierre, seu antigo aliado, que detém o poder. O resultado deste confronto é que Danton acaba sendo levado a julgamento, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade foram facilmente esquecidas.

COMENTÁRIO

  A Revolução Francesa é o pano de fundo desse épico dirigido pelo diretor polonês Andrzej Wajda, especificamente retrata um dos períodos mais sombrios da Revolução, o período do terror, quando muitos suspeitos de for anti- revolucionárias foram executadas na guilhotina.
Danton, personagem central da trama é perseguido pelo seu antigo aliado e amigo, Robespierre, que manda prender e executar, acusando-o de trair e conspirar contra as atitudes do Comitê Revolucionário.
O funcionamento do tribunal revolucionário, as tramas feitas por Robespierre, as táticas de defesa usada por Danton, a censura dos meios de imprensa, a prisão de suspeitos e a execução dos envolvidos são aspectos que merecem ser destacados pelo espectador.
A cena final de um menino recitando as idéias da Revolução Francesa, e Robespierre olhando assustando, deitando numa cama merece ser observado pelo espectador, devido ao sentido que o diretor quis retratar naquelas imagens. 


Grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

POEMA: SÓ VALE SER INTEIRO


Ou vai, ou racha,
Não venha com xurumelas,
É 8 ou 80,
Só vale ser inteiro. 

Autor: Andrio Cardoso Pereira

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: TERRA DE GIGANTES- ENGENHEIROS DO HAWAII


Olá caros leitores, tudo bem com com vocês?

 Surgida em Porto Alegre em 1984, Engenheiros do Hawaii é uma banda de Rock que ganhou enorme popularidade por suas letras inteligentes e críticas, hits radiofônicos e a presença inconfundível de Humberto Gessinger, único integrante que sobreviveu a todas as mudanças de formação e é considerado a alma e voz da banda.
 Lançada em 1987, Terra de Gigantes faz parte do álbum A Revolta Dândis, é um dos grandes hits dos Engenheiros do Hawaii, estando presente nas coletâneas e shows ao vivo, sempre fazendo releitura em outros ritmos, como já de costume com todos os grandes sucessos da banda, tornando suas músicas muito populares até os dias de hoje.
 Usando de várias metáforas, Terra de Gigantes fala sobre a alienação sofrida pela juventude brasileira nos anos 80, que antes lutava por um país e mundo livre da opressão que acabou optando pelo marasmo e por ser imobilizado por um falso otimismo, pelo consumismo, sendo vítimas da violência dos poderosos e o mundo se transformou em algo muito perigoso. Confirma abaixo um vídeo dessa canção inesquecível e bem marcante dos Engenheiros do Hawaii:



Um grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima. 

domingo, 19 de outubro de 2014

INFORMATIVO ESPECIAL: DIAS DAS CRIANÇAS


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Tradicionalmente no Brasil, o dia 12 de outubro é comemorado o dia das crianças, juntamente com o dia da padroeira católica, Nossa Senhora de Aparecida. Muitos devem estar se perguntando, quem teve a idéia de criar essa data?
 Acreditem, mas essa data foi criada por um político brasileiro no ano de 1924, o deputado federal Galdino do Valle Filho, aprovada pelo então Presidente da república Arthur Bernardes. Em outros países, o dia da criança é comemorado no dia 20 de novembro, data que se comemora a Declaração dos Direitos das Crianças.
 Como todos sabem, é uma data muito esperada pela criançada, pois além de ganharem presentes, há programação especial para elas na televisão com exibição de filmes e desenhos animados, nas escolas e nas ruas das cidades, tudo com muita diversão.
 Essa data remete a todos nós, ditos "adultos" pensarmos sobre a importância da criança, que é tão desvalorizada por muitos setores importantes de nossa sociedade, e também tentar entender a visão de mundo delas, onde mistura simplicidade, pureza e sinceridade.
 Acredito que nosso papel seja preparar as crianças para a vida adulta, ensinando valores realmente sensatos, democráticos, criarmos nelas sentimento de solidariedade, companheirismo, respeito as diferenças, tudo conforme a idade delas, sem exagerar ou transformá-las em adultos em miniaturas, pois elas são a única esperança para um mundo melhor no futuro.
 Em um de seus sermões mais famosos, realizado há mais de dois mil anos atrás, Jesus disse a multidão que as crianças são o Reino dos Céus, quem aceitar ter um coração igual ao delas, terá a salvação, isso prova que a criança é importante para nós, pois sem elas o mundo seria chato, sem alegria, aqui vai minha sincera homenagem a todas as crianças do Brasil.

Um grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

sábado, 18 de outubro de 2014

CINE HISTÓRIA: O FEITIÇO DE ÁQUILA (1985)


FICHA TÉCNICA

Título Original Ladyhawke 
Duração: 120 min.
Ano: 1985
Diretor: Richard Donner
País:  Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português
Gênero: Épico/ Aventura Fantástica/ Ação/ Drama Histórico/ Romance
Temática: Idade Medieval 

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Europa, século XII. O Bispo de Áquila (John Wood) toma consciência que sua amada, a bela Isabeau (Michelle Pfeiffer), está apaixonada por Etienne Navarre (Rutger Hauer), um cavaleiro. Áquila fica possuído de raiva e ciúme e lança uma maldição sobre o casal: de dia ela sempre será um falcão e de noite Navarre toma a forma de um lobo, sendo que desta forma fica o casal impedido de se entregar um ao outro. Eles têm como único aliado Phillipe Gaston (Matthew Broderick), mais conhecido como Rato, que é o único prisioneiro que escapou das muralhas de Áquila. 

COMENTÁRIO

  Encontrar um filme sobre a Idade Média que não apela exclusivamente para as ações dos tribunais de Inquisição é quase uma tarefa intransponível para as pessoas, já que, a grande maioria entende o período apenas como uma época de “trevas” e “caça as bruxas”. Sabe-se que o período não foi apenas de estagnação sócio-cultural e econômica, visto que, em muitas regiões da Europa, novos inventos foram criados, muitas técnicas agrícolas foram importadas do oriente através de mercadores árabes e judeus.
O Feitiço de Áquila é uma obra cinematográfica ideal para conhecer a Idade Média, pois além fazer um retrato fiel das relações de poder entre a Igreja cristã e os senhores medievais, aborda relações de convivência profana e religiosa com os cidadãos comuns, abordando superstições relacionadas a fenômenos astrofísicos e as crendices populares de magia e bruxaria.
Pode ser ainda visualizado o sistema de defesa das cidades, o meio ambiente, o clima e a utilização da tecnologia do aço como fonte de poder. Outro aspecto que pode ser explorado refere-se à “arte da falcoaria” que para muitos, surgiu na Europa, mas na verdade chegou a Europa através da civilização árabe-islâmica no período em que ocorreu a ocupação moura na Península Ibérica, fato que transformou a ave num símbolo de poder e requinte da nobreza feudal.


Grande abraço, até a próxima, BOA SESSÃO.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

SRS ESPECIAL: FESTA DAS CRIANÇAS (11/10/2014)


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Aconteceu no último sábado, dia 11 de outubro, em Santa Rosa do Sul, a tradicional Festa das Crianças, evento organizado pela CDL Jovem, Pastoral da Criança e outros órgãos públicos municipais, em comemoração a passagem do Dia da Criança (12 de outubro), sendo realizado esse ano no Salão Paroquial, devido a previsão de chuva.
 Como já é de costume, todas as atividades realizadas nesse evento são voltadas para as crianças, tendo brinquedos como piscina de bolinhas, cama elástica, castelinho, tatames, além de serem realizadas brincadeiras como a corrida  do saco, pega-pega e muitas outras, tornando a tarde bastante especial e divertida para toda a criançada presente no evento.
 Um dos momentos mais importantes da Festa da Criança sem dúvida foi a hora do lanche,  onde as crianças e os adultos tiveram a oportunidade de provar delícias gastronômicas típicas de nosso munícipio, as quais fazem parte da cultura sul santarosense e que estão sempre presente em todas as festas populares realizadas aqui em Santa Rosa do Sul. Logo após o lanche, foi distribuido uma sacolinha recheada de balas, fazendo a alegria da criançada.
Quero parabenizar a comissão organizadora desse belíssimo evento, não tem coisa melhor do que ver a alegria estampada no rosto de uma criança, além é claro de poder relembrar bons momentos que vivemos e ter a certeza de que a infância é a melhor fase da vida. Abaixo, confiram um pequeno vídeo com fotos do evento:

    

Grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

ESPECIAL: TRIBUTO AO PINK FLOYD BY IMMIGRANT EM ARARANGUÁ (11/10/2014)


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Banda formada pelos músicos Ennio Schlemper (baixo e vocais), Miguel Faraco (guitarra e vocais), Guto Seara (guitarra e vocais), Fabiano Schlemper (bateria e vocais) e Fernando Faraco (teclado e vocais) a Immigrant surgiu em 1991 na cidade de Florianópolis, tendo um repertório basicamente no Rock feito na década de 70, especialmente em bandas como Deep Purple, Pink Floyd e Led Zeppelin, sendo que o nome da banda é em homenagem a um dos grandes sucessos do Led Zeppelin, Immigrant Song.
 Lotando teatros e casas de shows por todo o Brasil, a Immigrant está sempre em renovação, trazendo espetáculos de altíssimo nível visual e musical, sendo marca registrada dessa banda nesses mais de vinte anos de estrada, conquistando um público bastante diversificado, desde adolescente até pessoas mais idosas, unindo todos através do Rock'N'Roll.
 Em 2014, a banda vem percorrendo o país com um projeto novo, um tributo totalmente dedicado a uma das bandas mais populares do Rock mundial, a qual todos integrantes são fãs de carteirinha, o Pink Floyd, banda inglesa que fez muito sucesso nos anos 70, famosa por suas músicas bem elaboradas tanto na parte instrumental como nas letras, por capas de álbuns que são verdadeiras obras de arte e shows bem produzidos, marcando na História da música.
 Em quase duas horas de concerto, a Immigrant traz no palco a História do Pink Floyd, tocando os maiores clássicos da banda, passando por álbuns como The Wall, Animals, Wish You Were Here, The Dark Side of the Moon e The Division Bell, usando de um belíssimo show de luzes, projeções de imagens relacionadas ao Floyd (clipes, capas de álbuns, imagens de shows, etc) num gigantesco telão, instrumental feito com bastante fidelidade ao original, vocais feitos conforme os usados nas músicas originais, enfim, um espetáculo completamente fiel a um show do Pink Floyd, tudo feito com muito profissionalismo e respeito aos fãs da banda, indo muito além do cover, é um tributo completo para fã nenhum botar defeito.
 No último sábado, dia 11 de outubro, foi a vez de Araranguá receber o tributo ao Pink Floyd feito pela Immigrant, lotando o teatro Célia Belizária. Durante as quase duas horas de concerto, o público ficou encantando com o espetáculo audiovisual apresentado e pela qualidade do repertório do tocado, participando ativamente do primeiro ao último minuto, reunindo fãs do Pink Floyd de várias faixas etárias, sendo um momento de encontro de amigos e um momento inesquecível a todos que estavam presentes nesse evento belíssimo. Confira abaixo um vídeo e algumas fotos do espetáculo:







Um grande abraço, até a próxima.