sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

POEMA: CARNAVAL


A alegria toma conta das cidades,
Milhares de pessoas reúnem nas ruas do Brasil,
Com suas fantasias, blocos e irreverência,
Escolas de samba, trios elétricos, clubes,
Todo lugar é motivo para festa, é Carnaval,
Época para cultivar antigas e fazer novas amizades,
Também de evitar exageros,
Seja na bebida, nas brincadeiras ou na velocidade,
Para que nada termine mal,
Vamos aproveitar, tudo com muita consciência,
Para podermos participar do Carnaval do ano que vem,
VIVA O AMOR, VIVA A ALEGRIA, VIVA O CARNAVAL.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

UM BOM CARNAVAL, BOM FIM DE SEMANA TUDO DE BOM

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

POEMA: NUNCA MAIS


Maldade, nunca mais,
Preconceito,
Dias ruins,
Besteira,
E outras coisas ruins.

Autor: Andrio Cardoso pereira

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

CINE HISTÓRIA: A GUERRA DOS PELADOS (1970)

 FICHA TÉCNICA

Título OriginalA Guerra dos Pelados
Duração: 98 min.
Ano: 1970
Diretor: Sylvio Back
País: Brasil
Idiomas disponíveis e legendas: Português
Gênero: Drama Histórico/ Épico
Temática: Guerra do Contestado/ Revolta Durante a República Velha

SINOPSE (Fonte: Wikipedia)


 O filme é baseado no episódio histórico da Guerra do Contestado (1912-1916), quando em 1913, em Santa Catarina, houve um conflito envolvendo cessão de terras a uma estrada de ferro estrangeira. Os expropriados foram chamados de "pelados", pois rasparam a cabeça e se entrincheiraram num reduto messiânico, lembrando Canudos.

COMENTÁRIO

 Dirigido pelo cineasta catarinense Sylvio Back, A Guerra dos Pelados foi baseado no livro Geração do Deserto escrito por Guido Wilmar Sassi, é uma produção grandiosa, filmado na cidade de Caçador (SC), tendo a presença no elenco de atores como Jofre Soares, Stênio Garcia e Otávio Augusto, retratando fatos históricos ocorridos em Santa Catarina, temática bastante recorrente na filmografia de Sylvio Back.
 De forma bem simples mas direta, o filme retrata os dois lados envolvidos na Guerra do Contestado: de um lado os fazendeiros (cabeludos) e a empresa responsável pela construção da ferrovia na fronteira entre Santa Catarina e Paraná, os quais usam da violência para conseguir seus objetivos; de outro, os sertanejos (pelados), vitimas das ambições dos poderosos, empobrecidos e castigados severamente, acabam se revoltando com essa situação, em meio a isso surge figuras messiânicas, pregando a vinda de um reino de paz e amor, lembrando bastante o conflito ocorrido na cidade de Canudos, na Bahia, no final do século XIX, que teve praticamente as mesmas motivações políticas, sociais e religiosas.
 Sendo um conflito ocorrida pela disputa da posse de terras durante a República Velha, a Guerra do Contestado foi muito marcante para a História do Brasil também pelo lado militar, pois foi um dos primeiros conflitos no Brasil a serem usados aviões, metralhadoras e armas de longo alcance, fazendo um estrago nunca antes visto em guerras ocorridas em território brasileiro. E também foi um dos últimos conflitos onde os revoltosos usaram estilingues, espadas, facões e lanças.
 Vale a pena frisar que no filme mostra a desvantagem que os sertanejos tinham em relação ao poderio de fogo do exército, mesmo usando táticas de guerrilha e maior quantidade numérica, tornando o conflito bastante agressivo e desigual.
 Confirma abaixo o filme na integra, é só clicar o PLAY e assistir a esse clássico do cinema brasileiro:


Um grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

VÍDEO: EU TINHA UM CACHORRO PRETO, SEU NOME ERA DEPRESSÃO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Segundo a Organização Mundial da Saúde, uma das doenças mais comuns é a depressão, conhecida como o Mal do século, vitimando milhares de pessoas em todo o mundo todos os anos, sendo motivada geralmente por decepções ou por outras doenças, mas felizmente, devido aos avanço médicos e psicológicos, essa doença tem cura, desde que procure ajuda especializada e o paciente tenha realmente vontade de sair dessa situação.
 Tentando conscientizar as pessoas a importância do tratamento contra a depressão, a Organização Mundial da Saúde criou um curta-metragem institucional sobre o tema em formato de desenho animado, bastante interessante e emotivo, conhecido no Brasil como Eu Tinha um Cachorro Preto, seu Nome era Depressão. Confiram  o vídeo abaixo:

    

 De forma bastante inteligente e alegórica, esse vídeo fala o que é a depressão e como ela deve ser tratada, usando a figura de um cachorro (doença) e seu dono (pessoa depressiva, que tenta sai dessa situação), apresentando uma mensagem bastante positiva a todos através da conscientização sobre essa doença terrível, além de motivar as pessoas a terem uma vida melhor.

Um grande abraço, até a próxima.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: IDEOLOGIA- CAZUZA


 Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Cazuza (1954-1990) é um dos grandes nomes do Rock brasileiro, se transformou em um ícone da juventude da década de 80. A frente da banda Barão Vermelho se consagrou como cantor e poeta, escrevendo canções que são hinos até hoje, interpretadas por diversos artistas dos mais variados gêneros musicais.
 Lançada em 1988, Ideologia é uma das canções de sua carreira solo mais conhecidas, a qual fala do poder das idéias, tanto no sentido político como no cultural, sendo uma crítica bem irônica a alienação das pessoas, mesmo terminado o período do regime militar no Brasil, parecia que nada tinha mudado no fim da década de 80. Confiram abaixo o clipe original e prestem a atenção na letra.



Um grande abraço, uma boa semana, até a próxima.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

POEMA: VERSOS BOBOS



Seriedade não existe,
O mundo é uma grande brincadeira,
São tantas bobagens que vemos,
Que acreditarmos ser realidade,
Portanto, somos bobos.


Autor: Andrio Cardoso Pereira


BOM FIM DE SEMANA!

sábado, 22 de fevereiro de 2014

POEMA: QUANDO QUEREMOS, FAZEMOS A DIFERENÇA



Quando queremos algo de verdade,
Juntando forças com pessoas com o mesmo desejo,
Conseguimos mudar qualquer situação,
Por mais desesperadora que seja,
Mesmo havendo forte resistência,
Por mais que a justiça demore a acontecer,
Não pode perder a esperança jamais,
Quando menos esperar, a mudança esperada acontece,
Portanto, nunca deixem de lutar pelos seus ideais,
Pois a vitória um dia chega,
QUANDO QUEREMOS, FAZEMOS A DIFERENÇA.

Autor: Andrio Cardoso Pereira


Um bom FIM DE SEMANA, até a próxima.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

POEMA: LER


Engrandece a alma,
Aumenta a capacidade intelectual,
Faz pensar sobre  o mundo,
Hábito gostoso demais,
Vale a pena ler.

Autor: Andrio Cardoso Pereira 

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

POEMA: NADA A VER


Tem coisas na vida,
Que não precisa,
Coisas idiotas,
nada a ver.

Autor; Andrio Cardoso Pereira

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

CINE HISTÓRIA: LA BAMBA (1987)


 FICHA TÉCNICA

Título Original: La Bamba
Duração: 108 min.
Ano: 1987
Diretor: Luis Valdez
País: Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português
Gênero: Musical/ Drama Biográfico
Temática: Primeiros Anos do Rock'n'roll/ Vida Cultural nos Estados Unidos na Década de 50

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)


 Richard Stephen Valenzuela, mais conhecido como Ritchie Valens (Lou Diamond Phillips), marcou o final dos anos 50 com uma carreira meteórica, recheada de sucessos e pontuada por uma das canções mais famosas de todos os tempos: "La Bamba".

COMENTÁRIO

 Um grande clássico da Sessão da Tarde, esse filme marcou demais a década de 80 tanto pela trilha sonora cheia de energia feita por Carlos Santana e pelo grupo Los Lobos como pela atuação impecável do ator Lou Diamond Philips e também pela trama oscilar entre o drama, momentos cômicos e inesquecíveis números  musicais.
 La Bamba conta a trajetória real de sucesso de Ritchie Valens, um jovem de origem humilde, descendente de mexicanos, desde seus primeiros acordes e shows, passando pelos estúdios de gravação, pelo sucesso meteórico e como ele se transformou em um verdadeiro astro do Rock.
 Ambientado no fim da década de 50, esse filme remonta com a riqueza de detalhes a vida cultural dos Estados Unidos daquela época (estilo de vida americano), com direito a figurino caprichado, carros e motocicletas antigas,  além de recriar os bastidores de um verdadeiro fenômeno do Rock, os shows, como funcionava os estúdios de gravação, enfim La Bamba é uma grande homenagem a um dos períodos mais criativos e alegres que a música já pode ter vivido.
 Como é de se esperar, o título faz referência a um dos maiores sucessos de Ritchie Valens, La Bamba, uma canção do folclore mexicano, o qual Valens transformou em um Rock bem animado, em homenagem as suas raízes étnicas, sendo uma das primeiras músicas de Rock'n'roll em língua espanhola, sendo ele o pioneiro do Rock Latino. Abaixo confirma o filme na integra, basta clicar PLAY  e matar a saudade desse filme espetacular:

 
  Um grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

LIVRO: OS CONQUISTADORES- JÚLIO VERNE


Olá caros leitores tudo bem com vocês?

 Conhecido mundialmente por ser o precursor da ficção científica,  escritor francês Júlio Verne (1828-1905) escreveu romances de aventura que exaltavam os progressos científicos e tecnológicos de sua época, prevendo avanços que aconteceriam posteriormente, como o submarino, máquinas voadores, televisão e viagens pelo espaço, podendo ser sentido sua influência nos escritores até os dias de hoje.
 Publicado originalmente 1870, Os Conquistadores é um dos únicos livros de não-ficção escritos por Júlio Verne, seguindo uma linha mais próxima das fontes historiográficas, sendo inclusive bastante crítico, porém sem deixar de lado seu estilo literário inconfundível de contar estórias, mostrando o fascínio do autor pelas viagens extraordinárias.
  Invés dos progressos científicos e tecnológicos de sua época apresentados em seus livros mais famosos, Os Conquistadores narra a épica saga da Conquista da América pelos espanhóis nos século XV e XVI, sem deixar de mostrar o lado violento e cruel dos conquistadores, retratando mitos como a do Eldorado e da Fonte da Juventude, a conquista do México, a aniquilação dos impérios inca, maia e asteca,  as aventuras vividas por conquistadores como Francisco Pizarro, Hernan Cortez e muitos outros e o desfecho desastrosos dessas conquistas para os povos  indígenas e para os próprios espanhóis, num misto de glórias e fracassos, transformando esse livro num importante documento histórico sobre a América Colonial e de leitura fundamental para todos os interessados por História.

Um grande abraço, boa leitura, até a próxima.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: PRIDE (IN THE NAME OF LOVE)- U2


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Grupo irlandês surgido no fim da década de 70, o U2 é uma das bandas mais ativas do Rock atualmente, sempre presente nas paradas de sucesso e atraindo milhares de pessoas em seus shows em todo mundo. Além da presença marcante do vocalista Bono Vox, conhecido por lutar por causas humanitárias, a banda tem no seu repertório letras de cunho político, social e espiritual, trazendo sempre mensagens de paz, amor e esperança, sendo isso a característica mais marcante do U2.
 Lançada em 1984, Pride  (In The Name of Love) faz parte do álbum The Unforgettable Fire, é outro grande sucesso do U2, estando presente em praticamente todas as coletâneas da banda, sendo um grande clássico do Rock feito nos anos 80.
  A letra da música faz uma homenagem a Martin Luther King, líder pelos direitos civis que lutou contra o preconceito racial e pelos direitos dos afro-americanos nos Estados Unidos, citando inclusive sua luta, suas ideias e o dia que ele foi morto, 04 de abril de 1968, o qual ele se transformou num ícone na luta contra a descriminação em todo o mundo. Confiram abaixo um vídeo com a música traduzida, tendo inclusive algumas das frases mais marcantes de Martin Luther King:  


Um grande abraço, BOA SEMANA, tudo de bom.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

SEJA VOCÊ MESMO UM MILAGRE


Nunca é tarde para recomeçar,
Mesmo estando em tempos de muita escuridão,
Aonde a superficialidade, guerras, maldade parecem imperar,
Levanta-te agora mesmo desse chão.

Deves tirar do teu vocabulário a palavra FALHAR,
Lute contra todo mal, preconceito, hipocrisia,
Jamais tenha medo de amar,
Viva a vida com muita paz e alegria.

Mesmo que existam na vida muitas pedras para tropeçar,
Não devemos pensar que um simples tombo seja o fim de tudo,
Mas sim uma oportunidade para melhorarmos, pois o show da vida tem que continuar.

Vivemos para nos superarmos a cada dia,
Esqueça da ideia de que o mundo é um caos deprimente,
Seja você mesmo um milagre, faça você mesmo um mundo novo e diferente.

Autor; Andrio Cardoso Pereira

UM BOM FIM DE SEMANA, GRANDE ABRAÇO, ATÉ A PRÓXIMA

sábado, 15 de fevereiro de 2014

LIVRO: OS SERTÕES- EUCLIDES DA CUNHA


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 Euclides da Cunha (1866-1906) foi um dos grandes escritores do modernismo na literatura brasileira, com um estilo altamente sofisticado, que unia poesia, jornalismo, antropologia e História, ganhou fama internacional ao fazer a cobertura jornalística da Guerra de Canudos (1896-1897), sendo nomeado membro da Acadêmia Brasileira de Letras em 1903.
 Publicada em 1902, Os Sertões é a obra-prima escrita por Euclides da Cunha, relata toda a experiência que o autor viveu na sua cobertura jornalística no interior da Bahia, durante a Guerra de Canudos, descrevendo a paisagem, costumes, a religiosidade do povo sertanejo e as injustiças sociais daquela região, como jamais tinha sido feito na literatura brasileira.
 Divido em três partes (A Terra, O Homem e a Luta) o livro conta de forma trágica e com uma imensa riqueza de detalhes como aconteceu a Guerra de Canudos, desde seus antecedentes, o que motivou o conflito, as expedições e o massacre definitivo do arraial, tendo sempre um tom documental em toda narrativa, sem apelar para a fantasia.
 Como é de se perceber, muitas obras na literatura, música e principalmente no cinema brasileiro foram fortemente influenciadas pelo livro Os Sertões. Exemplo mais clássico é o filme dirigido por Glauber Rocha Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964). Nesse filme há sequências que remetem as pregações de Antônio Conselheiro e ao massacre de Canudos. Um livro fortíssimo, indispensável a quem é fã de boa literatura.

Um grande abraço, BOM FIM DE SEMANA boa leitura, tudo de bom, até a próxima.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

VÍDEO INFORMATIVO: O QUE SÃO FILMES ÉPICOS?


Olá caros leitores, tudo bem com você?


Vídeo feito pela ANDRIOFILMES em 2009, é uma pequena introdução sobre o que são filmes épicos, o que eles tratam e qual seu público alvo, com cenas de filmes desse gênero juntamente com a emocionante música "Conquest of Paradise" do Vangelis, a qual foi tema do filme épico "1492: A Conquista do Paraíso", dirigido por Ridley Scott. Confiram o vídeo, um grande abraço, BOM FIM DE SEMANA, até a próxima.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

POEMA: 1918, O FIM DO PESADELO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 O poema que vem a seguir é baseado em estudos históricos sobre a Primeira Guerra Mundial, retratando o cotidiano de um soldado, a vida dentro das trincheiras, o horror por ele vivenciado e esperança de voltar são e salvo para a casa. O personagem retratado é meramente fictício, porém as situações descritas são reais, baseadas em fotos, documentários e filmes clássicos sobre o tema como Sem Novidades no Front (1930) dirigido por Lewis Milestone, que retrata de forma real o drama vivido pelos combatentes. Confiram abaixo o poema:
1918, O FIM DO PESADELO
Meus caros pais,
Vivi dias intermináveis,
Sem novidades no front,
Sentia o mundo desabafar,
O inimigo era implacável,
Sentia frio, medo, sempre sujo de lama,
Dentro da trincheira fedia e estava infestada de ratos e piolhos,
Muitos de meus companheiros estão feridos ou mortos,
Finalmente hoje tenho uma boa notícia,
Depois de quatro anos vivendo nesse pesadelo,
Finalmente a guerra acabou, hoje no dia 11 de novembro de 1918,
Poderei voltar para os braços de minha família,
Estarei em casa, dormirei em minha cama confortável,
Vestirei novamente roupas limpas,
Verei meus amigos que não vieram para cá e meu grande amor,
Os sinos estão tocando na igreja,
Cessaram os barulhos de gritos, explosões e tiros,
É a hora de voltar a minha pátria,
As lágrimas que caem agora são de alegria,
Agora sim, poderei retomar minha vida novamente,
Um grande abraço e avise a todos,
ESTOU FINALMENTE CHEGANDO EM CASA.
Autor: Andrio Cardoso Pereira
Grande abraço, até a próxima.

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

CINE HISTÓRIA: AS AVENTURAS DE PI (2013)



FICHA TÉCNICA

Título Original: Life of Pi
Duração: 127 min.
Ano: 2013
Diretor: Ang Lee
País: Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português
Gênero: Aventura/ Fantasia/ Drama
Temática: Naufrágio/ Instinto de Sobrevivência/ Pluraridade Cultural na Índia/ Importância da Memória

SINOPSE (Fonte: Adoro Cinema)

Pi Patel (Suraj Sharma) é filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando devido a uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker.

COMENTÁRIO

Dirigido pelo cineasta taiwanês Ang Lee, o mesmo diretor de O Tigre e o Dragão (2000), As Aventuras de Pi foi o grande vencedor do Oscar 2013, levando quatro estatuetas, foi baseado no emocionante livro de aventura escrito pelo canadense Yann Martel, é sem dúvida um dos maiores sucessos de bilheteria dos últimos tempos.
Repleto de belíssimos efeitos especiais e paisagens de tirar o fôlego, o filme tem uma linda trilha sonora, feita por Michael Dunna, o qual mistura música clássica com ritmos indianos e orientais, dando um toque bem emotivo, transformando As Aventuras de Pi em um grandioso espetáculo cinematográfico.
Sendo uma fábula sobre a luta entre o homem e as forças da natureza, o enredo se desenvolve através da conversa entre Pi com um escritor, onde ele narra suas incríveis aventuras, ocorridas no fim dos anos 70, dividindo a trama em três partes, culminando com um final surpreendente, ressaltando o valor da memória e das experiências de vida.
A primeira parte do filme, mostra a infância e adolescência de Pi, onde ele demonstra desde muito novo ser inteligente e atrapalhado. Morando dentro de um zoológico e numa região com forte influência européia, Pi acaba vivenciando toda pluralidade religiosa e cultural e as transformações históricas da Índia, que acabam transformando ele em um jovem sonhador e de alto nível intelectual, além de se apaixonar por uma bela garota.
Contrapondo o lado cômico anteriormente, a segunda parte conta a dramática partida de Pi e sua família para o Canadá em um navio cargueiro, levando todos os animais do zoológico. Porém no meio da viagem, ocorre uma tempestade e o navio naufraga, mas somente Pi consegue milagrosamente sobreviver essa terrível tragédia.
A terceira e última parte do filme, Pi inicia suas perigosas aventuras, perdido no meio do oceano, tem a companhia de animais que sobreviveram, inclusive um tigre de bengala feroz, o qual tentar devorar o jovem a todo custo, mas acabam se tornando amigos aos poucos, lutando pela sobrevivência, em meio a impiedosa fúria da natureza.
De todas as mensagens que o filme traz para nossa vida é de nunca perder a esperança por dias melhores, mesmo em todos onde parece o mundo desabar, o personagem principal é um exemplo de superação e vontade de viver, Ang Lee consegue nos emocionar com essa belíssima estória, uma verdadeira lição de vida dada pelo cinema.

Um grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima.

Obs: como se trata de um filme recente e que é de fácil acesso em locadoras, decidi não postar vídeo com o filme ;)

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: MEIAS VERDADES- VELHOS BATUTAS


Olá caros leitores, tudo bem?

Banda surgida em março de 2012, na cidade de Sombrio, Velhos Batutas tem na sua formação músicos experientes, os quais tocaram em diversas bandas que fizeram a História da música na região. O repertório da banda é o Rock'N'Roll, contemplando os mais variados subgêneros do Rock, fazendo cover de canções nacionais e internacionais sempre de maneira original e muito própria. Os integrantes dos Velhos Batutas são: Romildo Cowboy (Guitarra/ vocal), Amarildo (Guitarra), Rodrigo (Baixo), Edmilson (Bateria/ Vocal) e Sander (Vocal/ Violão).
 Agora no começo de 2014, a banda lançou seu primeiro CD promocional, intitulado Meias Verdades, contendo duas canções próprias, Noite D e Meias Verdades, além de três covers: Stand by Me (John Lennon), Losing my Religion (R.E.M) e Time (Pink Floyd). Vamos ouvir a faixa-título do CD, Meias Verdades, que é a música de trabalho dos Velhos Batutas:
 


 Letra composta por Romildo Cowboy e Amarildo, Meias Verdades fala  sobre a situação em que o Brasil vive atualmente, onde o impera  o reino corrupção, levar vantagem em cima dos mais fracos e mentir descaradamente, esquecendo de valores morais e éticos, rotulando aqueles que falam a verdade e lutam por um país em pessoas "fora de moda".
 Quero parabenizar a banda Velhos Batutas pelo belíssimo CD, está muito bacana, Rock'N'Roll de excelente qualidade, desejo a todos muito sucesso, espero ver em breve muitos outros CD's e hits tocando nas emissoras de rádios, vocês merecem.

Um grande abraço, até a próxima.

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

AMIGO DE VERDADE


Quem gosta de verdade de você,
Te faz sorrir a todo momento,
Dá ombro para você chorar,
Te leva junto para as aventuras,
Está contigo em todos os momentos,
Ouve tuas súplicas pacientemente,
Advinha tuas vontades sem você pronunciar uma só palavra,
Quer estar sempre perto de ti,
Faz cada minuto valer a pena,
Isso sim é ser amigo de verdade,
Quem tem uma amizade assim, ganhou um presente para toda a vida.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

UMA BOA SEMANA A TODOS, TUDO DE BOM.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

ZUERA TERAPIA: UM EXEMPLO DE VONTADE DE VIVER



 Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

 
 Como todos sabem, uso esse blog para divulgar material produzido por mim, especialmente poemas, resenhas, informativos e artigos, mas também de divulgar material bacana que tem na internet, coisas que tenham mensagens positivas, que servem para conhecimento e para a reflexão de temas bastante importantes.
 Dias atrás, vasculhando no Youtube, achei um vídeo de comédia de um canal chamado Zuera Terapia, comecei a assistir, pensando que seria um vídeo de humor sem graça alguma, daqueles onde uma pessoa fica na frente de uma camera falando um monte de coisas sem sentido, ofendendo ou usando palavras de baixo calão, acabei me enganando completamente, e tive uma descoberta a qual me levou a fazer essa postagem que vocês estão lendo agora.
  Na verdade o canal Zuera Terapia foi criado por Aline Iladi, uma jovem moradora da cidade de Cocal do Sul (SC), estudante de Artes Visuais na UNESC, que decidiu fazer uma especie de diário eletrônico, contando como ela descobriu que tinha câncer, usando do bom humor, no intuito de ajudar as pessoas a lidar com o tratamento dessa doença sem desanimar. Segundo ela no vídeo, o canal pretende contar todos os passos do tratamento, usando da comédia. Abaixo confiram o primeiro vídeo do canal, o qual foi lançado nessa última quarta, e tem como título E que a Zoera comece...

 
 Assistir um vídeo como esse, dá um vontade imensa de viver, de lutar pelos sonhos e evitar reclamar de tudo, essa é a grande mensagem que Aline Iladi traz ao fazer esse trabalho divertido e emocionante. Quero parabenizar a coragem dessa jovem e que ela recupere logo, e que seu trabalho ajude muitas pessoas a ter ânimo na luta contra essa terrível doença.
 
Um grande abraço, BOA SEMANA, até a próxima.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

SER SÁBIO



Ser sábio não significa saber de tudo,
É agir na hora certa, sem exageros,
Busca conhecimento durante sua vida,
Não se considera o ser mais inteligente do mundo,
É humilde, usa suas habilidades para o bem,
Jamais trapaceia, ganha e perde limpo,
Fala quando é necessário,
Vê a vida com outro olhar,
Não desanima nunca,
Sabe que a paz e amor vem de dentro de cada um de nós,
Realiza sua missão com muita confiança e alegria,
Ser sábio é ser especial,
Não é nada fácil ser em um mundo tão complicado,
Quem é, se sente realizado para sempre.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

Um bom fim de semana, tudo de bom

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

HOMENAGEM A NICO NICOLAIEWSKY


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

Vocês conhecem a dupla da foto acima? Eles são protagonistas de um espetáculo que une música, humor e teatro, divertindo platéias de todo o Brasil e de outros países por três décadas, ganhando diversos prêmios e conquistando o público por onde passa, inclusive sendo um dos maiores sucessos nas temporadas de verão na cidade de Porto Alegre, estou falando do Tangos & Tragédias.
 Espetáculo criado em 1984 pelos atores, músicos e humoristas gaúchos Hique Gomez e Nico Nicolaiewsky, Tangos & Tragédias é uma comédia musical que narra a divertida saga da dupla formada pelo maestro Pletskaya (Nico) que toca acordeon e de Krannus Sang (Hique) que toca violino, são dois refugiados de um país fictício chamado Sbórnia, o qual levam a cultura de sua terra natal para todo o mundo, através de músicas folclóricas como Copernico e A Aquarela da Sbórnia, sempre tendo um toque meio teatral, além de fazer cover de outras canções da música popular, tornando assim a peça bastante divertida e tão cultuada.
 Devido ao grandioso sucesso da peça, em 2007 foi lançado um DVD o qual foi gravado na praça da Matriz em Porto Alegre em 2004, em comemoração aos 20 anos da peça, reunindo milhares de pessoas, que cantaram e se divertiram com suas músicas engraçadas, tornando-o o espetáculo mais conhecido e aclamado dentro e fora do Brasil.
 Infelizmente, no fim do mês de janeiro, as sessões do espetáculo foram canceladas, devido o afastamento de Nico Nicolaiewsky, que saiu para fazer um tratamento  contra  leucemia aguda, mas acabou vindo falecer na manhã dessa sexta-feira (07/02), aos 56 anos,  entristecendo os fãs de Tangos & Tragédias e deixando o teatro brasileiro de luto.
 Particularmente fiquei imensamente triste com essa notícia, acompanho o trabalho de Nico Nicolaiewsky desde quando era criança, sempre dei risadas quando o Tangos & Tragédias aparecia na televisão, enfim, considero ele e o Hique Gomez os melhores humoristas do Brasil, sabem fazer uma comédia limpa, divertida e inteligente.
 Abaixo confiram vídeos de apresentações do Tangos & Tragédias, para nos divertirmos bastante e lembrarmos de Nico Nicolaiewsky fazendo aquilo que ele sabia fazer de melhor: alegrar e encantar as pessoas:




Para encerrar essa homenagem a Nico Nicolaiewsky quero desejar força a toda família, ao Hique Gomez (parceiro de Tangos & Tragédias) e a todos os fãs, que Deus console o corações de todos nesse momento tão díficil, com toda certeza jamais será esquecido.

#NICOTERNO

Grande abraço, bom fim de semana, até a próxima.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

ARTIGO: A MAGIA DO CINEMA


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

  Existe gosto para tudo, cada pessoa tem suas preferências, no mundo do cinema não é diferente, tem aqueles que adoram filmes bem movimentados (ação, aventura, etc), outros gostam de obras mais tranquilas (romance, comédia, etc), e há ainda aqueles que gostam de tudo um pouco.
  Será o porque o cinema fascina tanto as pessoas? É uma pergunta muito interessante, merece uma análise profunda e bem detalhada, mas podemos encontrar pistas que pode nos aproximar de uma resposta realmente convincente.
   Mesmo sendo uma grande ilusão de óptica, gerada pelo movimento rápido de imagens, o cinema pode proporciona ao espectador sonhar com aquilo que seria fantástico aos olhares da realidade, além de dar vida a obras literárias ou em acontecimentos reais, dando sensação de prazer e diversão.
    Envolvendo o espectador durante alguns minutos ou horas, o cinema, assim como a literatura, a música e outras formas de arte, tem o poder de comover as pessoas, fazendo-as ter sentimentos reais, mesmo o filme tendo um enredo ruim ou fora demais do mundo real.
    Por ser uma arte de fácil acesso nos dias de hoje, a produção cinematográfica não para nunca, sempre realizando novas obras, visando conquistar o coração do público e de novos espectadores, gerando algumas vezes verdadeiras obras de arte inesquecíveis.
    As técnicas usadas em todos os elementos dos filmes, são responsáveis pelo encanto das pessoas pelo cinema, pois sem isso, não existiria a arte cinematográfica e muito menos daria a vitalidade que essa arte tem até os dias de hoje.
    Desde 1895, ano da primeira exibição pública de cinema, feita em Paris pelos famosos Irmãos Lumière, os filmes vão evoluindo em escala máxima, agregando várias tecnologias conforme a época que se esta vivenciando, hoje no caso, a computação gráfica é a mais utilizada.
    Afinal, essas pequenas pistas podemos ter uma resposta aproximada sobre a magia do cinema na vida das pessoas, mas ainda fica aquela velha pergunta no ar: O QUE É CINEMA? Deixamos para responder em outra oportunidade.

Um grande abraço, até a próxima. 

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

CINE HISTÓRIA: A ERA DO VÍDEO GAME (2007)



FICHA TÉCNICA

Título Original: A Era do Video Game
Duração: 225 min.
Ano: 2007
Diretor: Tim Pritchard
País: Estados Unidos
Idiomas disponíveis e legendas: Inglês e Português 
Gênero: Documentário
Temática: Guerra Fria/ Evolução da Informática e Videogames/ Cultura Pop/ Relações Sociais  

SINOPSE (Fonte: Youtube)

Um documentário do Discovery Channel que conta como surgiram os primeiros videogames e como eles evoluíram desde então.

COMENTÁRIO

 Documentário produzido pela emissora de televisão por assinatura Discovery Channel, A Era do Video Game é um resgate da História dos jogos eletrônicos, apresentando toda a sua evolução, desde os primórdios até chegar nos dias de hoje e como ele se transformou em um dos meios de entretenimento mais populares e lucrativos da atualidade.
 Narrado por especialistas e pelos próprios criadores de games, A Era do Video Game além de ser uma grande viagem nostálgica por esse universo mágico, explica a influência da Guerra Fria no desenvolvimento da informática, a qual acabou gerando além da internet e de novas tecnologias militares, o surgimento videogame, que no início era apenas uma distração de programadores nas horas vagas, sem ter noção do que iria acontecer mais para a frente.
 O documentário narra a trajetória dos videogames através de jogos emblemáticos e dos consoles de maior sucesso, além de depoimentos dos responsáveis pela criação desses games e qual objetivo deles, mostrando também a influência desses jogos em outras mídias e o impacto nas relações sociais que eles causaram em todo o mundo, seja de forma positiva ou negativa.
 A influência dos acontecimentos históricos, do cinema, da literatura e da música nos games também são mostrados no documentário, além de narrar a influência dos jogos eletrônicos na cultura pop, tornando-o muito interessante não só para fãs de videogames ou de informática, mas também para quem gosta de História, relações sociais e comunicação, fazendo que as quase quatro horas de duração de documentário passem voando e sejam divertidas.
 Como todos sabem, sou um apaixonado por videogames, já falei diversas vezes e não me canso de fazer postagens sobre o tema nesse blog, recomendo a todos que são fãs de games assistirem esse documentário, é uma introdução bastante interessante, que nos explica o por que tantas pessoas são fascinados por jogos eletrônicos e por que ele é  um negócio tão lucrativo. Abaixo confiram o documentário na integra, basta apertar o PLAY e assistir:


Um grande abraço, BOA SESSÃO, até a próxima. 

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

LIVRO: AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA- EDUARDO GALEANO


Olá caros leitores, tudo bem com vocês?

O escritor uruguaio Eduardo Galeano é um dos grandes nomes da literatura latino-americana, sendo abordando temas históricos, políticos e sociais em sua obra, unindo de forma genial jornalismo, doses de ficção, estudos historiográficos e análise política, tendo mais de quarenta obras publicadas e traduzida para diversos idiomas.
 Publicada em 1971, As Veias Abertas da América Latina é a obra-prima de Eduardo Galeano, tendo uma grande repercussão mundial, especialmente no continente americano, sendo banido durante as ditaduras militares dos países latino-americanos nos anos 70, por expor de forma nua e crua acontecimentos de grande impacto, sendo liberado após o fim desses regimes autoritários.
 Usando da historiografia e da análise política, o livro apresenta a História da América latina desde o período colonial até os dias atuais (década de 70), mostrando o sofrimento e a exploração que os povos indígenas sofreram nas mãos dos colonizadores europeus, a origem da pobreza e de outras desigualdades sociais no continente, os golpes de estado que originaram as sangrentas ditaduras militares por influência do bloco capitalista durante a Guerra Fria e os heróis esquecidos que lutaram por uma América livre e sem derramamento de sangue.
 Ler As Veias Abertas da América Latina é de extrema importância para conhecermos um pouco mais do continente em que vivemos, refletirmos os porquês de tantas desigualdades sociais e quem sabe, ajudarmos a construir uma América Latina mais unida e com melhores condições de vida para todos os latinos-americanos.

Um grande abraço, BOA LEITURA, até a próxima.  

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

A MÚSICA E A HISTÓRIA: VAI PASSAR- CHICO BUARQUE




Olá caros leitores, tudo bem com vocês?


 Lançada em 1983, Vai Passar é um samba escrito e cantado por Chico Buarque, tem um ritmo bem alegre, assim como é uma das festas populares do Brasil o Carnaval, porém o tema da canção é a História política do Brasil, em especial a época de maior repressão durante o Regime Militar, sistema política o qual na época estava vivendo e estava mostrando sinais de fraqueza.
 Ironicamente, Chico Buarque nessa canção compara a crise da ditadura com o fim da passagem de um bloco carnavalesco, afirmando que o período de repressão estava passando, e um novo bloco estava chegando na avenida, em outras palavras, a democracia.
 Lançado exatamente na época em que surgia inúmeros grupos pedindo por eleições diretas a presidente da República e pelo fim do governo dos militares, inclusive o famoso movimento Diretas Já, essa música tem um tom profético e de caráter histórico, mostrando que a MPB é um estilo musical muito ligado com a política e com que acontece no Brasil. Confirma acima o clipe original, o qual foi muito bem produzido e mostra bem a idéia da letra.

Um grande abraço, boa semana, até a próxima. 





domingo, 2 de fevereiro de 2014

JOVENS


Jovens, devemos continuar lutando por melhorais,
Vamos ajudar a construir uma sociedade melhor,
Evitar sermos reprodutores do sistema,
Sempre com muita alegria, ânimo e coragem.

Não podemos acreditar em tudo que a televisão e o jornal nos mostra,
Evitarmos qualquer coisa que nos aliena,
Ter sonhos sim, porém sem excentricidades,
Caso contrário, viramos saco de pancada.

Sim, devemos cada um ter sua personalidade própria,
Mas termos consciência de nossas responsabilidades,
Construindo aos poucos nossa definitiva liberdade.

O sonho de paz nunca pode morrer,
Precisamos cada vez mais de jovens engajados, inteligentes e corajosos,
Acredito demais no antigo sonho, sei que podemos e conseguiremos.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

BOA SEMANA, GRANDE ABRAÇO

sábado, 1 de fevereiro de 2014

AQUI E AGORA


Porque existem seres humanos vivendo na miséria,
E outros somente nos prazeres da vida?
Essa desigualdade gera as desgraças no mundo,
Todos deveriam ter uma chance para ser feliz,
Sem falcatruas,
Até quando vamos ser saco de pancada?
Chegou a hora de dar um basta a desigualdades sociais,
Chega de preconceitos, de opressão e corrupção,
Tudo que dificulta as relações humanas devem ser abolidas,
Devemos fazer a diferença aqui e agora,
Nada de deixar para amanhã,
Pois pode ser tarde demais.

Autor: Andrio Cardoso Pereira

Um bom fim de semana, grande abraço, até a próxima.